hodgkin

buscar

resultado

informação buscada: hodgkin
total de (218) resultados
  • O Pulmão - Correlações Radiológicas e Patológicas - Capítulo 10 - Neoplasia pulmonar: correlações radiopstológicas da interface pulmão-tumor - Stuart A. Groskin, M.D.

    Carcinoma broncogênico Lesões centrais Lesões tumorais periféricas no pulmão Carcinoma bronquioloalveolar do pulmão (carcinoma de células alveolares) Linfoma pulmonar Considerações gerais Linfoma não-Hodgkin Doença de Hodgkin Leucemia Metástase linfangítica para o pulmão O diagnóstico radiológico das neoplasias dos tratos gastrointestinal

    Livro / Publicado em 13 de julho de 2010
  • Doença de Hodgkin e Fatores Ambientais

    Oscar Salva De acordo com a American Cancer Society (ACS), a doença de Hodgkin é uma doença rara, somando menos de 1% de todos os cânceres diagnosticados anualmente nos Estados Unidos. É um tipo de linfoma, que afeta primariamente nódulos linfáticos, baço e medula óssea. Seu principal traço distintivo é a presença de células de Reed- Sternberg, que são células malignas, características da doença de Hodgkin (distinguindo-a de outros linfomas), as quais originam-se de linfócitos B e apresentam

    Artigo / Publicado em 27 de junho de 2000
  • Pediatria Oncológica Prática - 1ª Ed. - Capítulo 28 - Doença de Hodgkin - Giulio J. D'Angio; Davendralingam Sinniah; Anna T. Meadows; Audrey E. Evans; Jon Pritchard

    Beverly J. Lange. Caracterização da Doença. A doença de Hodgkin é caracterizada por um aumento indolor e progressivo de linfonodos. No início, a doença parece disseminar de linfonodo para linfonodo e mais tarde disseminar para diversos órgãos. Raramente é encontrada em crianças com menos de 2 anos de idade. O pico de incidência está entre 15 e 30 e após os 50 anos. A causa da doença é desconhecida.. Oitenta por cento das crianças portadoras

    Livro / Publicado em 13 de julho de 2010
  • Uso regular de aspirina diminui riscos de linfoma de Hodgkin

    Clipping / Publicado em 25 de fevereiro de 2004
  • Aumento do risco de AVE e ataque isquêmico transitório (AIT) após 5 anos em sobreviventes ao linfoma de Hodgkin

    07 de outubro de 2009 (Bibliomed). Pesquisadores holandeses quantificaram o risco em longo prazo de doença cerebrovascular após o uso de radio e quimioterapia em sobreviventes de linfoma de Hodgkin. Foram avaliados 2201 sobreviventes após 5 anos do linfoma de Hodgkin antes dos 51 anos de idade, entre 1965 e 1995. Os índices de AVE e AIT foram comparados com os da população geral. Após um período médio de acompanhamento de 17,5 anos, houve 55 AVEs, 31 AIT e 10 casos de AVE+AIT. A maioria

    Clipping / Publicado em 7 de outubro de 2009
  • AIDS aumenta o risco de sarcoma de Kaposi, linfoma de Hodgkin e não-Hodgkin e câncer anal

    24 de agosto de 2010 (Bibliomed). Pacientes com AIDS hoje permanecem em risco elevado de câncer. A terapia anti-retroviral (TARV), amplamente disponível desde 1996, prolonga a vida, mas a função imunológica não é totalmente restaurada. Um estudo publicado na Archives of Internal Medicine avaliou o risco de câncer em longo prazo entre as pessoas com AIDS em relação à população geral e o impacto da TARV na incidência de câncer. Foram estudados 263.254 adultos e adolescentes com AIDS.

    Clipping / Publicado em 24 de agosto de 2010
  • Quimioterapia pode ser a melhor opção de tratamento para pacientes de linfoma de Hodgkin

    Pesquisadores canadenses realizaram um estudo que indica que para pacientes sofrendo de linfoma de Hodgkin, as taxas de sobrevivência são maiores se o tratamento é feito com quimioterapia, quando comparado à radiação.. Frequentemente, pacientes sofrendo dessa condição são tratados com uma combinação das duas abordagens, mas a radiação pode causar complicações, como problemas cardíacos e cânceres subsequentes. O novo estudo, desenvolvido na Queen’s University, mostra que o uso isolado

    Clipping / Publicado em 19 de dezembro de 2011
  • Quimioterapia isolada versus quimioterapia mais radioterapia no linfoma de Hodgkin em estágio precoce - Cochrane Database Syst Rev 2011 Feb 16;2:CD007110.

    Chemotherapy alone versus chemotherapy plus radiotherapy for early stage Hodgkin lymphoma. Herbst C, Rehan FA, Skoetz N, Bohlius J, Brillant C, Schulz H, Monsef I, Specht L, Engert A. Cochrane Database Syst Rev. 2011 Feb 16;2:CD007110.. Prévio: A modalidade de tratamento combinado (MTC), consistindo em quimioterapia seguida por radioterapia localizada é o tratamento de escolha para pacientes com linfoma de Hodgkin (LH) em estágio precoce. Entretanto, devido aos efeitos adversos em longo prazo,

    Literatura médica / Publicado em 13 de julho de 2010
  • Radioterapia reduz mortalidade de linfoma tipo Hodgkin em crianças

    18 de julho de 2012 (Bibliomed). Mais de 90% das crianças com risco favorável de linfoma tipo Hodgkin podem ter sobrevivência em longo prazo, mas muitas irão experimentar efeitos tóxicos da terapia com radiação. Os oncologistas pediátricos se esforçam para manter as taxas de cura excelentes, minimizando os efeitos tóxicos. Nesse intuito, foi feito um estudo clínico de fase 2 multi-institucional, não cego, não randomizado que avaliou a eficácia de 4 ciclos de vinblastina, adriamicina (doxorrubicina),

    Clipping / Publicado em 18 de julho de 2012
  • Segundo câncer em sobreviventes a um linfoma de Hodgkin

    11 de janeiro de 2016 (Bibliomed). Sobreviventes do linfoma de Hodgkin estão sob risco aumentado para tumores malignos subsequentes relacionados com o tratamento. O efeito dos tratamentos menos tóxicos, introduzidos no final da década de 1980, sobre o risco a longo prazo de um segundo câncer permanece desconhecido.. Um novo estudo incluiu 3.905 pessoas nos Países Baixos que sobreviveram por pelo menos 5 anos após o início do tratamento para o linfoma de Hodgkin. Os pacientes receberam tratamento

    Clipping / Publicado em 11 de Janeiro de 2016
< anterior de 22 próxima >
© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa