Endocrinologia e Diabetes - Parte 09 – Pâncreas Endócrino e Diabetes Mellitus- Capítulo 67 – Resistência à Insulina: Diagnóstico Clínico e Laboratorial

Bruno Geloneze Ana Carolina Junqueira Vasques Marcos antonio tambascia . Introdução . A resistência à insulina (RI) é uma anormalidade metabólica característica de indivíduos com diabetes tipo 2,1,2 diabetes tipo 1 descontrolado,3 cetoacidose diabética4 e obesidade.5,6 o processo de envelhecimento também está relacionado à progressão da RI.7 Em populações normais, a RI ocorre em 20% a 25% dos indivíduos.1,7 Em populações de não-diabéticos, a redução da ação insulínica pode estar acompanhada de um grupo de alterações metabólicas/cardiovasculares que compreende: hipertensão arterial, hipertrigliceridemia, redução do HDl-c, intolerância aos carboidratos, obesidade centrípeta, aumento de inibidor-1 do ativador do plasminogênio, hiperuricemia e doença cardiovascular aterosclerótica. Este conjunto de alterações da RI é conhecido como síndrome de resistência à insulina, ou síndrome metabólica.1,10 . Em virtude da associação entre RI, hiperinsulinemia e aterosclerose,11 existe um crescente interesse no desenvolvimento de técnicas para acessar a sensibilidade in vivo.11 o objetivo deste capítulo é revisar criticamente....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa