Endocrinologia e Diabetes - Parte 05 – Distúrbios do Metabolismo Ósseo e Mineral – Capítulo 34 – Introdução ao Metabolismo Ósseo e Mineral

Josivan Gomes de Lima Lúcia Helena Coelho Nóbrega Raphael Pinto de Mendonça . Metabolismo Ósseo . O osso é considerado um órgão endócrino, pois se encontra em constante processo de remodelação, fornecendo um reservatório de cálcio, magnésio, fósforo e outros íons essenciais às funções homeostáticas.1 Além desta função metabólica, o tecido ósseo exerce, também, função estrutural, fundamental para a locomoção, respiração e proteção de órgãos internos. . Há dois tipos de ossos no esqueleto adulto: o cortical e o trabecular. O osso cortical é denso e compacto e compõe cerca de 80% do esqueleto. Constitui a parte externa de todas as estruturas esqueléticas, e sua principal função é fornecer força mecânica e proteção, embora também possa participar de respostas metabólicas, quando ocorre um déficit mineral grave e/ou prolongado. Já o osso trabecular é encontrado na porção interna dos ossos longos, corpos vertebrais e pelve. É mais ativo metabolicamente do que o cortical e fornece suprimeno inicial nos estados de deficiência mineral, sendo perdido mais rapidamente na osteoporose do que o osso cortical.2 .

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa