Tratamento da Aids é Lucrativo Para o País, Diz Pesquisador

09 de novembro de 2000
Equipe Editorial Bibliomed

Do ponto de vista financeiro, o tratamento com doentes infectados com o vírus HIV deve ser considerado um investimento e não um gasto. Esta é a teoria de Pedro Chequer, ex-coordenador do Programa Nacional de Aids e hoje supervisor interpaíses do Cone Sul para a Unaids, órgão das Nações Unidas para a Aids. Segundo ele, "O discurso simplista de que tratar Aids é caro já não convence mais".

Chequer defendeu essa tese hoje numa das mesas do Fórum Aids 2000, que reúne no Rio cerca de 3.000 participantes da América Latina e do Caribe. De acordo com números do Ministério...

Palavras chave: aids, us$, é, não, economia, segundo, ponto, ponto vista, paciente, aids é, economia us$, vista, milhões, chequer, tratamento, já, hoje, uso, economia us$ 421, 421 milhões,

Copyright © 2000 eHealth Latin America

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados

Notícia / Publicada em 3 de dezembro de 2003

Novo empréstimo para o programa brasileiro de AIDS

Notícia / Publicada em 13 de fevereiro de 2002

Kaletra deve ser utilizado pelo SUS no coquetel antiaids

Notícia / Publicada em 27 de dezembro de 2001

Investimento em saúde traz ganho econômico

Notícia / Publicada em 3 de outubro de 2001

Brasil consegue incluir discussão sobre patentes em pauta da OMC

Notícia / Publicada em 27 de agosto de 2001

Brasil quebra patente de remédio contra a Aids

Notícia / Publicada em 11 de julho de 2001

Ministério da Saúde aprova primeiro genérico contra aids

Notícia / Publicada em 2 de abril de 2001

O Brasil vence a Merck na batalha dos preços de drogas contra a Aids

Notícia / Publicada em 2 de abril de 2001

Brasil: Merck Cede e Reduz Preço de Efavirenz

Notícia / Publicada em 18 de janeiro de 2001

BRASIL: Novos Genéricos Vão Custar 45% Mais Baratos para Pacientes



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa