O Brasil vence a Merck na batalha dos preços de drogas contra a Aids
02 de abril de 2001
Equipe Editorial Bibliomed

SÃO PAULO (Reuters) - A fabricante de drogas Merck and Co. concordou em reduzir no Brasil os preços de duas drogas anti-retrovirais usadas contra a Aids, cedendo à pressão do governo, que estava a prestes a suspender as patentes das drogas, comunicou o Ministério da Saúde na quinta-feira.

Depois de semanas de negociações, a Merck aceitou baixar o preço do indinavir em 65% - de US$ 1,33 para US$ 0,47 por uma dose de 400 mg - e do efavirenz em 59% - de US$ 2,06 para US$ 0,84 por uma dose de 200 mg. As drogas fazem parte do coquetel que o governo brasileiro...

Palavras chave: drogas, brasil, merck, aids, preços, patente, efavirenz, us$, acordo, país, companhia, governo, drogas aids, saúde, suspender, milhões, preços drogas aids, começar fabricar, governo brasileiro, drogas anti-retrovirais,

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2001 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited.

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados


Assinantes


Esqueceu a senha?