sedentarismo

buscar

resultado

informação buscada: sedentarismo
total de (313) resultados
  • Sedentarismo e o risco de doença cardiovascular

    05 de setembro de 2016 (Bibliomed). Estudos anteriores sugerem que maior tempo de sedentarismo está associado a um maior risco de doença cardiovascular (DCV). No entanto, a, associação dose-resposta quantitativa entre o tempo de sedentarismo e o risco de DCV não é conhecido. Uma nova pesquisa buscou determinar a associação dose-resposta categórica e quantitativa entre o tempo de sedentarismo e risco de DCV.. Foram realizadas buscas nas bases de dados MEDLINE e EMBASE para todos os estudos

    Clipping / Publicado em 5 de setembro de 2016
  • Estudo avalia a intensidade de atividade física, tempo de sedentarismo e composição corporal em pré-escolares

    23 de maio de 2013 (Bibliomed). Uma associação detalhada entre atividade física (AF), tempo de sedentarismo e composição corporal, em crianças pré-escolares, ainda não foi obtida. Dessa forma um estudo Europeu avaliou a magnitude das associações entre intensidade de AF, objetivamente medida, e tempo de sedentarismo com a composição corporal em crianças de 4 anos de idade. Foi realizado um estudo transversal em 398 crianças pré-escolares recrutadas da Pesquisa Southampton Women's. A AF

    Clipping / Publicado em 22 de maio de 2013
  • Sedentarismo e Exercício Físico

    BIREME/OPAS/OMS - Biblioteca Virtual em Saúde Base de dados : LILACS Pesquisa : "SEDENTARISMO" [Palavras] and exercicio fisico [Descritor de assunto] Total de referências : 18 1/18 Id: 290238 Autor: Díaz Bustos, Erik; Saavedra, Carlos; Kain B., Juliana. Título: Actividad física, ejercicio, condición física y obesidad / Physical activity, exercise, physical fitness and obesity Fonte: Rev. chil. nutr;27(Supl. 1):127-34, ago. 2000. tab Resumo: El aumento de la prevalencia de

    Lilacs / Publicado em 5 de dezembro de 2001
  • Sedentarismo e ganho de peso em adultos - American Journal of Clinical Nutrition 2008; 88(3):612-7.

    Se a obesidade é causa ou conseqüência de um estilo de vida sedentário ainda não foi bem elucidado, o que deixa algumas incertezas sobre a direção da causalidade. Ekelund e colaboradores, do Instituto de Ciências Metabólicas de Cambridge, Reino Unido, realizaram estudo com o objetivo de avaliar a associação longitudinal entre o tempo de sedentarismo objetivamente determinado e os indicadores de obesidade.. Foi conduzido estudo de coorte baseada na população, incluindo-se 393 indivíduos saudáveis

    Literatura médica / Publicado em 13 de julho de 2010
  • Dia de combate ao sedentarismo

    Clipping / Publicado em 7 de abril de 2003
  • Obesidade e sedentarismo são responsáveis por 31% das mortes prematuras

    29 de dezembro de 2004. Cientistas ainda não sabem se o risco trazido à saúde pela obesidade poderia ser compensado por meio de atividade física intensa. Estudiosos da Universidade de Harvard, nos EUA, investigaram mais de 116 mil mulheres desde 1976. Ao longo de 24 anos de pesquisa, cerca de 10 mil participantes morreram prematuramente. 31 % dos óbitos, segundo os cientistas, podem ser atribuídos diretamente à obesidade e ao sedentarismo. De acordo com a mais nova edição da

    Clipping / Publicado em 29 de dezembro de 2004
  • Ingestão de fast-foods e sedentarismo: uma combinação que leva à obesidade - American Journal of Clinical Nutrition 2006; 83(2):189-90

    Bes-Rastrolo e colaboradores publicaram recentemente um artigo no qual concluem que o consumo de refirgerantes e de fast-foods e, em menor extensão, que o consumo de sucos de frutas adoçados e de carnes vermelhas, predizem um ganho de peso de aproximadamente 0,4Kg/ano, independentemente do consumo energético, da prática de atividades físicas e do hábito de assistir televisão. . Esse estudo foi conduzido em um período de 28 meses, com homens e mulheres de idade média de 41 anos.

    Literatura médica / Publicado em 13 de julho de 2010
  • Sintomas depressivos, sedentarismo e risco de mortalidade cardiovascular em idosos - Heart 2011; 97:500-5.

    Idosos deprimidos apresentam aumento de mortalidade, quando comparados aos idosos sem depressão. A depressão se associa ao sedentarismo, e baixos níveis de atividade física foram demonstrados como mediadores parciais da relação entre depressão e eventos cardiovasculares e mortalidade.. Uma coorte de 5.888 indivíduos (idade média de 72,8 anos; 58% do sexo feminino; 16% afro-americanos) da comunidade foram acompanhados por uma média de 10,3 anos. Sintomas depressivos auto-relatados (10-item

    Literatura médica / Publicado em 13 de julho de 2010
  • Sedentarismo e doença cardiovascular (DCV): revisão de estudos prospectivos - International Journal of Epidemiology 2012; 41(5(:1338-53.

    Ford ES, Caspersen CJ. Contexto: Estimativas atuais de dados objetivos obtidos de acelerômetros sugerem que os adultos americanos são sedentários por uma média de 7,7 horas ao dia. Historicamente, o sedentarismo foi contextualizado como um dos extremos do espectro da prática de atividade física, mas tem sido cada vez mais encarado como um comportamento distinto da atividade física.. Métodos: Estudos prospectivos que examinaram a associação entre o tempo em frente à tela (televisão, computador)

    Literatura médica / Publicado em 30 de outubro de 2012
  • Programa escolar para estilo de vida saudável é eficaz para aumentar a atividade física em crianças de 8 a 9 anos de idade

    03 de agosto de 2012 (Bibliomed). Um estudo não-randomizado, controlado, avaliou a eficácia de uma intervenção escolar para estilo de vida saudável (Esportes para a VIDA) no aumento da atividade física, na redução do sedentarismo, na redução do tempo na frente da tela, no incentivo às atitudes e comportamentos saudáveis ​​para a nutrição e na redução do índice de massa corporal (IMC) em crianças de 8 a 9 anos de idade de classes sociais mais baixas da Irlanda do Norte. Foram observados

    Clipping / Publicado em 3 de agosto de 2012
< anterior de 32 próxima >
© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa