hematologicas

buscar

resultado

informação buscada: hematológicas
total de (340) resultados
  • Anticorpo anti-CD38 mostra potente atividade terapêutica contra neoplasias hematológicas

    06 de dezembro de 2008 (Bibliomed). O anticorpo humano de anti-CD38 SAR650984 é um promissor candidato terapêutico para várias neoplasias hematológicas, especialmente doenças como o mieloma múltiplo, em que o anticorpo rituximab é inativo. Esta é a conclusão de um estudo das empresas farmacêuticas ImmunoGen e Sanofi-Aventis apresentado no Encontro Anual e Exposição da Sociedade Americana de Hematologia.. De acordo com os autores, o SAR650984 “tem potente citotoxicidade mediada por células

    Notícias / Publicado em 6 de dezembro de 2008
  • O consumo de chá verde e as doenças hematológicas malignas no Japão

    17 de setembro de 2009 (Bibliomed). Diversos estudos têm relatado que os constituintes do chá verde têm efeitos antitumorais em cânceres hematológicos, porém os efeitos em humanos são incertos. Pesquisadores japoneses avaliaram o consumo de chá verde e o risco de câncer hematológico, usando dados do Ohsaki National Health Insurance Cohort Study, para avaliar a associação entre o consumo do chá verde e o risco de cânceres hametológicos.. Foram analisados 41.761 indivíduos japoneses adultos,

    Notícias / Publicado em 17 de setembro de 2009
  • Manual de Enfermagem em UTI Pediátrica- 1ª Ed. - Capítulo 17 - Urgências Hematológicas e Oncológicas - Liane Einloft; Jaqueline Zen

    Márcia Canova Thomassin Sonara Estima. Síndrome Hemolítico-Urêmica. Conceito. É uma doença renal aguda que acomete principalmente crianças entre seis meses e três anos de idade.. Ocorre em geral após uma infecção gastrointestinal ou respiratória alta superior aguda e representa uma das causas mais freqüentes de insuficiência renal aguda em crianças.. É uma síndrome que consiste na ocorrência da tríade anemia hemolítica, tombocitopenia

    Livro / Publicado em 13 de julho de 2010
  • Manual de Obstetrícia - Diagnóstico e Tratamento - 4ª. Ed. - Capítulo 06 - 1ª Parte - Complicações Hematológicas - Kenneth R. Niswander; Arthur T. Evans

    Gary S. Leiserowitz. Este capítulo discute vários distúrbios hematológicos que complicam a gravidez. Esses problemas variam dos mais comuns ("anemia fisiológica da gravidez") aos raros, porém graves (leucemia na gravidez). Qualquer discussão pertinente baseia-se na apreciação a fisiologia norma antes e considerar as condições mórbidas.. I. Fisiologia Normal. Durante a gravidez ocorrem alterações no volume plasmático, no número de elementos

    Livro / Publicado em 13 de julho de 2010
  • Manual de Obstetrícia - Diagnóstico e Tratamento - 4ª. Ed. - Capítulo 06 - 2ª Parte - Complicações Hematológicas - Kenneth R. Niswander; Arthur T. Evans

    V. Distúrbios da Hemostasia. A capacidade da paciente em manter a hemostasia quando colocada à prova por um parto vaginal ou uma cesariana é geralmente pressuposta pelos responsáveis por seu atendimento. Porém, quando esses mecanismos não conseguem fazer estancar um sangramento, a paciente se defronta com uma hemorragia com risco de vida em potencial. Uma avaliação da experiência da paciente com sobrecarga hemostática deve ser feita durante a primeira avaliação

    Livro / Publicado em 13 de julho de 2010
  • Infecção pelo HIV - Um Manual Clínico - 2ª. Ed. - Capítulo 12 - Manifestações Hematológicas - Howard Libman; Robert A. Witzburg

    Paul E. Berard. As conseqüências hematológicas da infecção pelo HIV são, predominantemente, as citopenias de sangue periférico, as quais se tornaram mais comuns com o advento da terapia antiretroviral e dos tratamentos para infecções e malignidades associadas ao HIV.1 Anemia ocorre em aproximadamente 60 a 70% dos pacientes com AIDS; granulocitopenia em 50% e trombocitopenia em 40%.2 A pesquisa atual está concentrada no melhor entendimento da fisiopatologia

    Livro / Publicado em 13 de julho de 2010
  • Manual de Diálise - 2ª Ed - Capítulo 27.1ª Parte - Anormalidades Hematológicas - John T.Daugirdas; Todd S.Ing

    Emil P. Paganini. I. Anemia. As razões para anemia nos pacientes de diálise são multifatoriais, embora a ausência relativa de eritropoetina (EPO) desempenhe um papel importante. A EPO é produzida primariamente pelas células peritubulares renais em resposta à hipoxia local. O rim perde sua capacidade de produzir EPO à medida que perde outras funções. Como resultado, os níveis plasmáticos de EPO tornam-se inapropriadamente baixos, considerando o grau de anemia

    Livro / Publicado em 13 de julho de 2010
  • Manual de Diálise - 2ª Ed - Capítulo 27.2ª Parte - Anormalidades Hematológicas - John T.Daugirdas; Todd S.Ing

    II.Hemólise. A hemólise aguda ou crônica acarreta aumento de demanda sobre a medula óssea e exacerba a deficiência relativa de EPO em pacientes de diálise. As causas de hemólise encontram-se listadas no Quadro 27-6.. A.Relacionada ao procedimento de hemodiálise. A hemólise aguda ou tardia pode ser causada pela exposição dos eritrócitos no circuito extracorpóreo a substâncias tóxicas, a um ambiente não-fisiológico ou a um estresse mecânico excessivo.

    Livro / Publicado em 13 de julho de 2010
  • Neoplasias hematológicas após exposição a drogas em pacientes com artrite reumatóide - Archives of Internal Medicine 2008; 168(4):378-81.

    A artrite reumatóide (AR) é uma poliartrite inflamatória grave, que requer tratamento a longo prazo com drogas anti-reumáticas modificadoras de doença. Existe uma preocupação quanto à influência do tratamento dessa doença no risco de neoplasias hematológicas malignas.. Sasha Bernatsky e colaboradores, da Universidade McGill, Canadá, realizaram estudo de caso-controle em uma coorte de 23.810 pacientes portadores de AR. O estudo foi conduzido entre 1980 e 2003. Os casos foram compostos por

    Literatura médica / Publicado em 13 de julho de 2010
  • Abdome Agudo Não-Traumático - ParteIX - Condições Clínicas que simulam Abdome Agudo Cirúrgico - Capítulo 58 - Doenças hematológicas - Edvaldo Fahel, Paulo Roberto Savassi-Rocha

    Daniel Dias Ribeiro Ana Flávia Leonardi Tibúrcio Ribeiro . Introdução . As doenças hematológicas que mais freqüentemente podem levar à dor abdominal são a anemia falciforme, a hemoglobinúria paroxística noturna, a púrpura de Henoch-Schönlein e as porfirias agudas, que serão descritas a seguir. O objetivo deste capítulo é auxiliar o diagnóstico diferencial do abdome agudo, trazendo informações sobre achados e particularidades das doenças hematológicas, como diagnosticá-las e abordá-las.

    Livro / Publicado em 28 de setembro de 2011
© 2000 - 2018 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa