eclampsia

 

Assinantes


Esqueceu a senha?

Assinantes


Esqueceu a senha?
buscar
resultado
informação buscada: eclâmpsia
total de (153) resultados
  • Desfechos cardiovasculares após pré-eclâmpsia ou eclâmpsia complicada por infarto do miocárdio ou AVC

    12 de novembro de 2012 (Bibliomed). Um estudo avaliou a relação entre pré-eclâmpsia ou eclâmpsia e acidente vascular cerebral, infarto do miocárdio (IM), desfechos cardiovasculares subsequentes e sobrevivência a longo prazo. Usando o Sistema de dados de Infartos, em Nova Jersey (1994-2009), foram analisados ​​os resultados cardiovasculares em mulheres com e sem pré-eclâmpsia ou eclâmpsia e um primeiro IM ou acidente vascular cerebral, mas com uma hospitalização para um primeiro

    Clipping / Publicado em 12 de novembro de 2012
  • Sulfato de Magnésio é a droga de escolha para prevenção e tratamento de eclampsia e pré-eclampsia

    25 de agosto de 2010 (Bibliomed). O sulfato de magnésio é a droga de escolha para a prevenção e tratamento de mulheres com eclampsia. Esquemas para a administração desta droga têm evoluído ao longo dos anos, mas ainda não foram formalmente avaliados. Uma revisão publicada na Cochrane Reviews avaliou os efeitos comparativos de esquemas alternativos de administração de sulfato de magnésio para o atendimento de mulheres com pré-eclampsia ou eclampsia. Foram identificados 17 estudos,

    Clipping / Publicado em 25 de agosto de 2010
  • Lesões cerebrais vários anos após a eclampsia

    20 de maio de 2009 (Bibliomed). Acredita-se que a eclampsia possa ter consequências neurológicas em longo prazo. Pesquisadores da Universidade de Groningen (Holanda) avaliaram as sequelas neuroestruturais da eclampsia, particularmente as lesões na substância branca, utilizando estudo de imagem de ressonância magnética (RM) de alta resolução. O estudo foi publicado no periódico American Journal of Obstetrics & Gynecology.. Foram avaliadas RM de 39 mulheres com eclampsia prévia e 29 controles,

    Notícias / Publicado em 20 de maio de 2009
  • Eclâmpsia Pós-Parto

    BIREME/OPAS/OMS - Biblioteca Virtual em Saúde Base de dados : LILACS Pesquisa : eclampsia AND pos AND parto Total de referências : 17 1/17 Id: 279788 Autor: Brum, Ione Rodrigues; Kahhale, Soubhi; Takiuti, Nilton Hideto; Zugaib, Marcelo. Título: Analise de variaveis maternas e perinatais em pacientes com diagnostico histologico renal de hipertensão arterial cronica e hipertensão arterial cronica com pre-eclampsia superajuntada / Analysis of maternal and perinatal factors in patients

    Lilacs / Publicado em 19 de dezembro de 2001
  • Condutas em Obstetrícia - Parte III - Complicações Obstétricas recorrentes da gentação - Capítulo 16 - Distúrbios Hipertensivos na Gestação - Lucilia Domingues Casulari da Motta; Elenice Maria Ferraz; Alberto Moreno Zaconeta

    Distúrbios Hipertensivos na Gestação. Introdução. Os distúrbios hipertensivos estão entre os transtornos que acometem com maior freqüência a gestante. Nos EUA, afetam entre 10% e 15% das primigrávidas e entre 2% e 5% das multíparas, sendo a pré-eclâmpsia o transtorno mais comum. . Não temos conhecimento de estudos epidemiológicos com base populacional em nosso país que nos informem a prevalência dos distúrbios hipertensivos na gestação. As publicações existentes se referem a populações

    Livro / Publicado em 13 de julho de 2010
  • A suplementação com vitaminas C e E não reduz risco de pré eclampsia em mulheres com diabetes tipo 1

    04 de agosto de 2010 (Bibliomed). O uso de antioxidantes durante a gravidez não têm mostrado uma redução na incidência de pré eclampsia, mas o efeito em mulheres com diabetes é desconhecido. . Um estudo publicado na revista The Lancet avaliou se a suplementação com vitaminas C e E reduziu a incidência de pré eclampsia em mulheres com diabetes tipo 1. Participaram do estudo 762 mulheres com diabetes tipo 1, maiores de 16 anos e entre 8 e 22 semanas de gestação. As mulheres

    Notícias / Publicado em 4 de agosto de 2010
  • Sulfato de magnésio previne pré-eclâmpsia

    10 de Junho de 2002 (Bibliomed). O pré-eclâmpsia é uma complicação da gravidez marcada por hipertensão arterial, retenção de fluidos, proteinúria e pode levar ao eclâmpsia, uma situação grave e potencialmente fatal para a mãe e o feto. O pré-eclâmpsia ocorre em dez por cento das gestações, sendo mais comum nas primíparas, gestações gemelares e mulheres com história familiar da condição. Estima-se que mais de 50.000 mulheres morrem por eclâmpsia ou pré-eclâmpsia a cada ano, 99% destas em países

    Notícias / Publicado em 10 de junho de 2002
  • Anestesiologia Materno-Infantil - Capítulo 29 - Anestesia para gestante de alto risco – doenças da gestação - Maria Célia Ferreira da Costa ; Luciana Cavalcanti Lima

    IMIP-Anestesia - cap-29 Tânia Cursino de Menezes Couceiro . Roberto Oliveira Couceiro Filho. Luciana Gouveia Loyo Machado. INTRODUÇÃO. É considerada gestante de alto risco quando está presente na gestação qualquer condição patológica que interfira tanto no bem-estar materno como fetal ou mesmo em ambos. Entre as várias patologias que aumentam o risco dessa população específica, algumas estão relacionadas com a gestação, e entre elas destacam-se:.

    Livro / Publicado em 26 de abril de 2017
  • Gravidez na adolescência tem maior taxa de complicação

    21 de Junho de 2002 (Bibliomed). Estudo confirma a idéia de que a gravidez na adolescência, problema crescente no mundo ocidental, traz uma taxa maior de complicações como parto prematuro e DHEG (doença hipertensiva específica da gravidez). . A confirmação provém de um estudo realizado por pesquisadores da Emory University em Atlanta, Geórgia, e mostra que as adolescentes apresentam chance maior de parto prematuro – antes de 37 semanas de gestação – e são mais de duas vezes mais propensas

    Notícias / Publicado em 21 de junho de 2002
  • Cesariana precoce não tem melhores resultados na eclampsia

    03 de julho de 2012 (Bibliomed). A via de parto na eclampsia é controversa. Pesquisadores testaram a hipótese de que os resultados adversos maternos e perinatais não podem ser melhorados através de cesariana precoce. . Ao todo, 200 casos de eclampsia com 34 semanas ou mais de gestação, foram alocados em cesariana ou parto vaginal. Os grupos foram comparáveis ​​no início do estudo em relação à idade e os principais parâmetros clínicos. As taxas de eventos maternos foram semelhantes:

    Notícias / Publicado em 2 de julho de 2012
< Anterior de 16 Próxima >

Assinantes


Esqueceu a senha?