Parturientes obesas requerem menor quantidade de anestésico local epidural para analgesia durante o parto - British Journal of Anaesthesia 2005; 96(1):106-110

Ainda não foram realizados estudos comparando as necessidades de anestésicos locais, entre parturientes obesas e com peso normal. A obesidade vem sendo associada a uma maior realização de parto cesáreo e níveis mais altos de bloqueio epidural também têm sido relatados em obesas, sugerindo que essas pacientes requerem menores quantidades de anestésicos locais. Com o objetivo de estimar a concentração mínima de analgésico local (CMAL) de bupivacaína, em parturientes obesas e com peso normal, Panni e colaboradores, da Universidade Duke, EUA, realizaram estudo publicado recentemente.

Foram selecionadas parturientes (n=32) sem outras doenças, que necessitaram de analgesia epidural. As mulheres apresentavam-se em trabalho de parto (3-6cm de dilatação cervical) e com escores de dor na escala analógico-visual > 40/100. As pacientes com IMC >...

Palavras chave: obesas, parturientes, epidural, local, peso normal, analgesia, grupo, normal, parto, peso, anestésico, parturientes obesas, obesas peso normal, trabalho parto, obesas peso, imc, pacientes, requerem, quantidade, bupivacaína,

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2018 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa