Comparação entre anestesia espinhal com levobupivacaína hiperbárica em baixa dose e bupivacaína hiperbárica para cirurgia transuretral - Minerva Anestesiologica 2010; 76(12):992-1001.

Erbay e colaboradores, da Universidade Pamukkale, Turquia, realizaram estudo randomizado e duplo-cego com o objetivo de comparar os efeitos da anestesia espinhal entre a levobupivacaína hiperbárica em baixa dose e a bupivacaína hiperbárica, na realização de procedimentos transuretrais.

Foram recrutados 60 pacientes com classificação ASA I-III, que foram randomizados para formar dois grupos. Os pacientes do grupo B receberam bupivacaína hiperbárica na dose de 7,5 mg mais fentanil 25 µg; o grupo L recebeu levobupivacaína hiperbárica 7,5 mg mais fentanil 25 µg intratecal. Foram registrados o tempo até se atingir o dermátomo T10, o tempo até o máximo de bloqueio sensorial e motor, o tempo de regressão a dois segmentos do bloqueio sensorial, o tempo até escore de Bromage 0, tempo até a recuperação total do bloqueio sensorial, valores hemodinâmicos...

Palavras chave: até, tempo, tempo até, bloqueio, bloqueio sensorial, sensorial, hiperbárica, regressão, dois, mais, máximo, grupo, mais fentanil, 75 mg mais, mg mais, l, 75, grupos, mg, b,

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2018 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa