Drogas Antiarrítmicas - Parte II - Noções de Eletrofisiologia Cardíaca

Equipe Editorial Bibliomed

Neste artigo:. - Histórico - Fundamentos - Fluxo de íons - Células em outros locais do coração - Automatismo - Referências Bibliográficas. Histórico. “Por que o coração bate?”. Esta pergunta - conhecida como a teoria miogênica versus a teoria neurogênica dominou a pesquisa cardíaca no século 19. Em 1839, Jan Evangelista Purkinje descobriu fibras gelatinosas no subendocárdio ventricular, as quais ele acreditava serem musculares. . Em 1886, Walter Gaskell, demonstrou fibras musculares especializadas conectando os átrios aos ventrículos, e que causavam um “bloqueio” quando cortadas; descobriu ainda que o seio venoso era a área primária de excitação do coração.. Ao examinar as secções embriológicas seriadas, Wilhelm His, Jr, demonstrou que uma lâmina de tecido conjuntivo se transformava em um feixe, ligando as câmaras cardíacas superiores e inferiores, o Feixe de His. Esta descrição foi feita por ele em1893, em Leipzig, Alemanha. . Sunao Tawara mapeou o feixe de His atrioventricular (AV) superiormente, para encontrar um nó compacto de fibras na ...

Palavras chave: Potencial, entrada, célula, eletronegatividade, potencial ação, corrente entrada, entrada cátion, aumento eletronegatividade interna, Purkinje, Nó AV, Feixe de His.

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados


Assinantes


Esqueceu a senha?