Infecção Urinária Nosocomial


Equipe Editorial Bibliomed

Neste artigo:. - Introdução - Fisiopatologia - Fatores de risco e complicações - Prevenção - Conclusão - Referências. Introdução. O uso de cateter ou sonda vesical é uma das intervenções mais frequentes na prática hospitalar. Calcula-se que cerca de 25% dos pacientes adultos hospitalizados é introduzido um cateter vesical, em algum momento de sua internação. As infecções do trato urinário (ITUs) relacionadas ao cateter estão entre as infecções nosocomiais mais importantes (associando-se com cerca de 40% das infecções nosocomiais e 17% das hemoculturas positivas).. Pacientes hospitalizados nos quais um cateter urinário foi introduzido têm um risco de 5% por dia para infecções. O uso de cateteres revestidos com hidrogel de liga de prata reduz significativamente o risco de infecção do trato urinário associada a cateter e a sobrecarga do NHS.. Fisiopatologia. No momento de se analisar a problemática associada ao uso de cateteres intravesicais, é importante definir a terminologia utilizada. ...

Palavras chave: Infecção, urinária, nosocomial, cateter, sonda vesical, bacteriúria, bacteremia, cateterização, antibióticos.

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2018 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa