Aspectos Clínicos e Diagnósticos da Trombose Venosa Profunda


Equipe Editorial Bibliomed

Márcio Vinícius Lins Barros . . Trombose venosa profunda é uma entidade clínica grave, caracterizada pela formação de trombos dentro de veias profundas, mais comumente nos membros inferiores (80 a 95% dos casos) e que leva a duas complicações importantes: a Insuficiência Venosa Crônica (síndrome pós-flebítica), devido a lesões das válvulas venosas conduzindo ao refluxo venoso, e à Embolia Pulmonar cuja importância clínica é justificada pelo seu alto índice de mortalidade com sua maioria ocorrendo em pacientes hospitalizados, o que pode ser evitado através de medidas terapêuticas efetivas, incluindo anticoagulação.. . A coagulação dentro dos vasos sanguíneos é uma função orgânica normal e necessária para conter o sangue dentro do sistema vascular e evitar hemorragias que mesmo em pequenos orifícios, poderia ser fatal. Quando a seqüência em cascata de coagulação é ativada, resulta-se a formação de coágulo sanguíneo. Em seguida entra em ação o sistema fibrinolítico, responsável em evitar a progressão do coágulo para além da área lesada. Assim, o sistema fibrinolítico e o efeito cascata da coagulação se mantém em um equilíbrio dinamicamente delicado. Quando esta interação é desfavorecida por algum fator, ocorre formação de grande massa de sangue solidificado composto de hemácias, plaquetas e fibrina, em última instância denominado trombo. Rudolf Virchow, patologista do ...

Palavras chave: é, formação, venosa, trombose, à, trombo, mais, pacientes, vaso, veias, dentro, lesões, mais comumente, coagulação, clínica, ocorre, formação trombo, luz vaso, parede vaso, óssea veias varicosas cateteres,

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa