Princípios e Práticas em Psicofarmacoterapia - 1ª. Ed. - Capítulo 07 - Tratamento com Antidepressivos

História Os distúrbios do humor estão entre as experiências humanas mais difundidas. No curso da vida, a expectativa de desenvolver-se um transtorno de humor mais sério varia entre 3 e 8% na população geral. O tratamento desses transtornos foi revolucionado pela introdução das drogas estabilizadoras do humor, cujo período moderno remonta ao início da década de 50. Como resultado, houve dois efeitos principais: a disponibilidade de terapias relativamente seguras e eficientes nas depressões mais graves; e, através de uma compreensão do mecanismo de ação dessas drogas, a elucidação da patogênese e, finalmente, a etiologia dos transtornos maiores do humor. Para completar o ciclo, uma melhor apresentação dos mecanismos subjacentes levou ao desenvolvimento de tratamentos ainda mais específicos, efetivos e seguros. As propriedades antidepressivas tanto dos tricíclicos quanto dos inibidores da monoaminoxidase (IMAO) foram descobertas ao acaso. Assim, a imipramina foi desenvolvida inicialmente como um antipsicótico potencial; porém, quando o Dr. Kuhn (1958) testou a eficácia clínica desse agente, ....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa