Central de Toxicologia - Inibidores da Monoamino-Oxidase (IMAO)

Equipe Editorial Bibliomed

Generalidades

- Os inibidores da monoamino-oxidase foram descobertos na década de 1950 quando percebeu-se que a iproniazida, um análogo do anti-tuberculoso isoniazida, tinha a capacidade de elevar o humor, chegando mesmo a desencadear crises de mania. Passava então a ser a primeira droga utilizada no tratamento da depressão.

Descobriu-se que seus efeitos eram consequência da inibição da enzima monoamino-oxidase, localizada na membrana mitocondrial de praticamente todos os tecidos, que tem ações no metabolismo das catecolaminas, dopamina e outros neurotransmissores.

- Ao longo das décadas os IMAO foram substituídos por outras drogas mais seguras e efetivas, sendo utilizados na atualidade como drogas de segunda ou terceira escolha; porém ainda hoje eles possuem indicações importantes e são bastante...

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados

Notícia / Publicada em 2 de setembro de 2014
ESC 2014: Dez pontos a serem considerados na relação entre triglicérides e doenças cardiovasculares
Notícia / Publicada em 8 de julho de 2013
A absorção de ferro das dietas integrais
Notícia / Publicada em 31 de outubro de 2001
Bibliomed.com.br - Agora com conteúdos em Banda Larga
Notícia / Publicada em 5 de setembro de 2001
Biosintética lança genérico contra Mal de Parkinson
Notícia / Publicada em 31 de maio de 2001
Medicamentos são a principal causa de intoxicação
Notícia / Publicada em 16 de maio de 2001
Congresso sobre toxicologia reunirá especialistas internacionais
Notícia / Publicada em 5 de abril de 2001
Brasil: Anvisa vai multar Phillip Morris e revista MTV
Notícia / Publicada em 27 de outubro de 2000
Estudos Comprovam Eficácia de Stocrin no Tratamento da Aids
Notícia / Publicada em 4 de agosto de 2000
Agência Nacional de Vigilância Sanitária Apreende Marcas
Notícia / Publicada em 26 de julho de 2000
Agência Nacional de Vigilância Sanitária Lança Novo Site


Assinantes


Esqueceu a senha?