Fertilização in vitro ligada a complicações gestacionais
08 de março de 2002
Equipe Editorial Bibliomed

Belo Horizonte, 08 de Março de 2002 (Bibliomed). Gestações múltiplas após técnicas de reprodução assistida como a fertilização in vitro (FIV) estão sob risco maior de desenvolvimento de pré-eclâmpsia do que gestações múltiplas naturais.

Esta descoberta traz a necessidade de pesquisas adicionais urgentes nesta área, para que as mulheres e seus parceiros sejam informados de quaisquer riscos adicionais advindos destas técnicas, e possivelmente para o desenvolvimento de estratégias capazes de contornar este excesso de risco.

Um estudo recente...

Palavras chave: pré-eclâmpsia, mulheres, risco, técnicas, são, reprodução assistida, técnicas reprodução assistida, tra, gestações múltiplas, técnicas reprodução, gestações, assistida, reprodução, à, fatores, múltiplas, desenvolvimento, mais propensas, concepção, não,

Copyright © 2002 Bibliomed, Inc.

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados
Notícia / Publicada em 10 de agosto de 2015
Consumir carne de aves aumentam as chances de a fertilização dar certo
Notícia / Publicada em 31 de março de 2015
Reprodução assistida poderia estar ligada a mais casos de autismo
Notícia / Publicada em 5 de dezembro de 2008
Metotrexato sistêmico para tratamento de gravidez ectópica não afeta a reserva ovariana
Notícia / Publicada em 13 de fevereiro de 2003
Técnicas de reprodução assistidas relacionadas com anomalias genéticas
Notícia / Publicada em 29 de novembro de 2002
Estudo relaciona síndrome rara com técnicas de fertilização in vitro
Notícia / Publicada em 24 de setembro de 2002
No estudo sobre gestações gemelares em mães idosas
Notícia / Publicada em 8 de agosto de 2001
A abordagem ao casal estéril em guia gratuito
Notícia / Publicada em 5 de dezembro de 2000
Brasil: Teste Pode Prevenir Doença Genética Desde o Embrião
Notícia / Publicada em 31 de agosto de 2000
A Taxa de Partos é Baixa com Reprodução Assistida para Mulheres com Mais de 41 Anos


Assinantes


Esqueceu a senha?