Como as memórias se formam, persistem e se dissipam ao longo do tempo
22 de outubro de 2019
Equipe Editorial Bibliomed

22 de outubro de 2019 (Bibliomed). Por que somos capazes de nos lembrar do nome do nosso melhor amigo de infância que não vimos há anos e ao mesmo tempo esquecemos facilmente o nome de uma pessoa que acabamos de conhecer há pouco? Em outras palavras, por que algumas memórias são estáveis ​​ao longo de décadas, enquanto outras desaparecem em questão de minutos?

Usando modelos em camundongos, pesquisadores da Caltech determinaram agora que memórias fortes e estáveis ​​são...

Palavras chave: Neurologia, neurônios, memórias, cérebro, danos cerebrais.

Copyright © 2019 Bibliomed, Inc.

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados
Notícia / Publicada em 23 de janeiro de 2017
Ressonância magnética é útil na identificação de lesões cerebrais em prematuros
Notícia / Publicada em 24 de dezembro de 2009
Estudo avalia características da epilepsia crônica do lobo temporal
Notícia / Publicada em 10 de abril de 2003
Estudo mostra efeito benéfico de drogas antiinflamatórias na doença de Alzheimer
Notícia / Publicada em 1 de novembro de 2002
Células da glia têm novas funções descobertas
Notícia / Publicada em 4 de setembro de 2002
Fator de crescimento auxilia reparo de função neuronal
Notícia / Publicada em 28 de agosto de 2002
Estudo em cobaias mostra influências do ambiente no envelhecimento
Notícia / Publicada em 13 de março de 2002
Maconha pode causar déficits cognitivos
Notícia / Publicada em 7 de novembro de 2001
Estrutura cerebral é identificada por pesquisador chinês
Notícia / Publicada em 22 de agosto de 2001
Médico brasileiro vai patentear medicamento contra epilepsia


Assinantes


Esqueceu a senha?