Maconha e seus efeitos nocivos no cérebro jovem: um alerta das autoridades
25 de outubro de 2019
Equipe Editorial Bibliomed

25 de outubro de 2019 (Bibliomed). A maconha, ou cannabis, é a droga ilícita mais usada nos Estados Unidos. Atua ligando-se a receptores canabinóides no cérebro para produzir uma variedade de efeitos, incluindo euforia, intoxicação e comprometimento da memória e comprometimento motor. Esses mesmos receptores canabinóides também são críticos para o desenvolvimento do cérebro. Eles fazem parte do sistema endocanabinóide, que afeta a formação de circuitos cerebrais importantes para a tomada de decisões, humor e resposta...

Palavras chave: Pediatria, desenvolvimento, intoxicação, cérebro jovem, maconha.

Copyright © 2019 Bibliomed, Inc.

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados
Notícia / Publicada em 24 de setembro de 2019
O uso da maconha é comum entre adultos com condições médicas
Notícia / Publicada em 9 de outubro de 2019
Uso de maconha entre escolares e associação ao uso de outras drogas
Notícia / Publicada em 28 de outubro de 2015
Hábito de fumar dos adolescentes em declínio, uso da maconha em alta
Notícia / Publicada em 29 de junho de 2015
Aumentam as reações à maconha sintética nos Estados Unidos
Notícia / Publicada em 10 de fevereiro de 2014
Uso de maconha e a associação com problemas de saúde
Notícia / Publicada em 14 de fevereiro de 2013
Crianças vítimas de abuso sexual tem maior risco de consumo precoce e abusivo de substâncias
Notícia / Publicada em 31 de março de 2003
Maconha causa alterações cerebrais em embriões
Notícia / Publicada em 9 de dezembro de 2002
Uso de maconha ligado à esquizofrenia
Notícia / Publicada em 6 de setembro de 2002
Uso de maconha leva a outras drogas mais tarde


Assinantes


Esqueceu a senha?