Associação entre uso de antidepressivos e fratura de quadril em idosos antes e após o início do tratamento

24 de janeiro de 2019
Equipe Editorial Bibliomed

24 de janeiro de 2019 (Bibliomed). Entre os adultos mais velhos, os usuários de antidepressivos apresentam mais fraturas de quadril do que os não usuários antes e depois do início da terapia, de acordo com um estudo publicado na revista JAMA Psychiatry.

Investigadores suecos examinaram a correlação entre o tratamento com antidepressivos e a fratura de quadril, começando um ano antes do início do tratamento, em um estudo de coorte nacional. Um total de 204.072 pessoas com 65 anos ou mais...

Palavras chave: Psiquiatria, fraturas, quadril, terapia, antidepressivos.

Copyright © 2019 Bibliomed, Inc.

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados

Notícia / Publicada em 1 de junho de 2015

Menor ingestão de frutas e vegetais relacionada com a fratura de quadril

Notícia / Publicada em 1 de setembro de 2014

Fratura de quadril acelera muito a mortalidade entre idosos

Notícia / Publicada em 28 de outubro de 2013

Densitometria óssea periódica na previsão de fraturas: qual a real necessidade?

Notícia / Publicada em 24 de junho de 2013

Albuminúria: sua influência no risco de fratura do quadril

Notícia / Publicada em 20 de agosto de 2012

Cirurgia de catarata pode evitar fratura de quadril em idosos

Notícia / Publicada em 1 de julho de 2011

Inibidores da bomba de prótons diminuem a eficácia do alendronato

Notícia / Publicada em 26 de janeiro de 2010

Associação de vitamina D e Cálcio é eficaz na prevenção de fraturas em idosos

Notícia / Publicada em 7 de novembro de 2002

Osteoporose não é tratada em homens idosos

Notícia / Publicada em 22 de abril de 2002

Freqüência cardíaca pode prever risco de fraturas e morte



© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa