Experiências negativas nas mídias sociais aumentam o risco de depressão em adultos jovens
26 de junho de 2018
Equipe Editorial Bibliomed

26 de junho de 2018 (Bibliomed). As experiências negativas nas mídias sociais são mais impactantes do que as interações positivas relacionadas aos sintomas depressivos em adultos jovens, de acordo com um estudo publicado na revista Depression and Anxiety.

Pesquisadores da Universidade de Pittsburgh, e seus colegas entrevistaram 1.179 estudantes (62% do sexo feminino, 28% não brancos e 51% solteiros) na University of West Virginia (18 anos). para 30) em agosto de 2016 em relação a experiências...

Palavras chave: Psiquiatria, mídias sociais, depressão, adultos jovens.

Copyright © 2018 Bibliomed, Inc.

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados
Notícia / Publicada em 1 de julho de 2019
Uso de mídia social vinculado à estima e aceitação de cirurgia estética
Notícia / Publicada em 26 de março de 2019
Redes sociais e a desinformação acerca das vacinas
Notícia / Publicada em 8 de março de 2019
Uso de mídias sociais por adolescentes não prediz ocorrência posterior de depressão
Notícia / Publicada em 10 de dezembro de 2018
Limitar o uso de mídias sociais diminui a solidão e a depressão
Notícia / Publicada em 18 de setembro de 2017
Médicos que twittam sobre drogas podem ter conflitos de interesse
Notícia / Publicada em 17 de outubro de 2016
Eleições nos Estados Unidps é causa de estresse entre os eleitores
Notícia / Publicada em 16 de novembro de 2016
Mídia pode intensificar casos de suicídio entre jovens
Notícia / Publicada em 3 de fevereiro de 2015
Redes sociais podem aumentar a visibilidade de artigos médicos?
Notícia / Publicada em 26 de novembro de 2001
Câmara de Deputados debate o uso da eletroconvulsoterapia


Assinantes


Esqueceu a senha?