O que faz as pessoas falarem sobre antibióticos nas redes sociais?
09 de setembro de 2014
Equipe Editorial Bibliomed

9 de setembro de 2014 (Bibliomed). As redes sociais remodelaram a comunicação individual e institucional. O acesso irrestrito aos pontos de vista e opiniões da sociedade pode enriquecer a avaliação das intervenções de saúde. Como a resistência aos antimicrobianos tem sido identificada como uma ameaça global à saúde e exige a colaboração entre médicos e usuários de saúde, um recente estudo publicado na revista Journal of Antimicrobial Chemotherapy buscou explorar eventos e pessoas que influenciam o discurso...

Palavras chave: infectologia, Internet, antimicrobianos, resistência, redes sociais

Copyright © 2014 Bibliomed, Inc.

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados
Notícia / Publicada em 10 de setembro de 2019
Uso de redes sociais compromete a atividade da enfermagem em hospitais
Notícia / Publicada em 26 de março de 2019
Redes sociais e a desinformação acerca das vacinas
Notícia / Publicada em 16 de novembro de 2016
Mídia pode intensificar casos de suicídio entre jovens
Notícia / Publicada em 26 de setembro de 2016
Vício em Internet pode indicar outros problemas de saúde mental
Notícia / Publicada em 10 de agosto de 2015
Redes sociais podem afetar o comportamento psíquico de jovens
Notícia / Publicada em 6 de julho de 2015
A autopromoção pode ser ofensiva
Notícia / Publicada em 4 de maio de 2015
Perfis nas redes sociais podem influenciar negativamente na escolha de aplicantes para Faculdades de Medicina
Notícia / Publicada em 3 de fevereiro de 2015
Redes sociais podem aumentar a visibilidade de artigos médicos?
Notícia / Publicada em 4 de dezembro de 2011
Educação interativa pela internet pode melhorar o tratamento do paciente


Assinantes


Esqueceu a senha?