Terapias complementares em adição à medicação para pacientes com dor lombar baixa não-crônica, não-radicular. Uma revisão sistemática - The American Journal of Emergency Medicine. DOI: 10.1016

Samantha Rothberg, Benjamin W. Friedman

Antecedentes: 2,7 milhões de pacientes se apresentam anualmente a um Departamento de Emergência dos Estados Unidos para o tratamento da dor lombar baixa (LBP). Apesar da terapia médica otimizada, 48% permanecem funcionalmente prejudicados 3 meses mais tarde. Foi realizada uma revisão sistemática para abordar a seguinte pergunta: entre os pacientes com lLBP não crônica, será que a manipulação espinhal, massagem, exercícios, ioga, quando combinada com a terapia médica padrão, melhoraria a dor e os resultados funcionais mais do que a terapia médica padrão sozinho.

Métodos: Usamos pesquisas publicadas para identificar estudos relevantes, complementados com a nossa própria pesquisa atualizada. Os estudos foram levantados a partir da ...

Palavras chave: Ortopedia, dor lombar baixa, radiculopatia, coluna vertebral, exercícios

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados
Artigo / Publicado em 15 de janeiro de 2016

Artrite da coluna vertebral

Artigo / Publicado em 6 de junho de 2008

Tratamento conservador não-farmacológico da dor lombar

Artigo / Publicado em 9 de janeiro de 2020

Dores na coluna vertebral e Medicina do Trabalho

Artigo / Publicado em 11 de março de 2014

As Quedas e as Fraturas em Pessoas com Idade Superior a 65 Anos

Artigo / Publicado em 14 de outubro de 2011

Tratamento da dor lombar crônica

Artigo / Publicado em 13 de fevereiro de 2007

Espondilite Anquilosante - Parte II

Artigo / Publicado em 17 de julho de 2015

Discopatia Degenerativa

Artigo / Publicado em 17 de setembro de 2019

Tratamento da Neuropatia Diabética Periférica

Artigo / Publicado em 19 de setembro de 2019

Osteoporose

Notícia / Publicada em 27 de janeiro de 2010

Ressonância magnética na avaliação da dor lombar baixa: indicações e limitações



Assinantes


Esqueceu a senha?