Endocardite Infecciosa relacionada a procedimentos odontológicos


Equipe Editorial Bibliomed

Neste artigo:. - Introdução. - Diagnóstico. - Endocardite versus procedimentos odontológicos . - Conclusão. - Referências. Introdução. A endocardite infecciosa consiste na infecção severa das válvulas cardíacas e estruturas suporte do endocárdio. Os agentes etiológicos penetram na corrente sanguínea a partir de locais como boca, trato gastrintestinal e geniturinário, após manipulação cirúrgica, procedimentos parenterais ou automanipulação.. A endocardite infecciosa (EI) não é uma doença comum na população geral, sendo rara em crianças com idade inferior a dois anos. Problemas com a dentição e/ou infecção dentária são considerados como fatores de risco para EI devido à flora oral. A limpeza dentária de rotina não é um fator de risco para a EI; procedimentos odontológicos que envolvem a manipulação do tecido gengival ou da região periapical dos dentes ou a perfuração da mucosa bucal podem aumentar o risco da EI.. Entre 2000 e 2011, a incidência de endocardite infecciosa (EI) nos Estados Unidos aumentou de 11 por 100.000 habitantes para 15 por 100.000 habitantes. A incidência precisa da EI é difícil de determinar, porque as definições ...

Palavras chave: Endocardite, valvulopatia, procedimentos odontológicos, bacteremia, antibioticoprofilaxia.

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2018 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa