Abordagem diagnóstica das vasculites


Equipe Editorial Bibliomed

Neste artigo:. - Introdução. - Fisiopatologia. - Manifestações clínicas. - Abordagem diagnóstica. - Referências. Introdução. As vasculites compreendem várias doenças que afetam vasos de diferentes tamanhos, principalmente artérias, mas também capilares e veias. As vasculites são caracterizadas pela inflamação da parede dos vasos sanguíneos, acompanhada de lesão reativa das estruturas murais, com ou sem necrose. Comumente, o lúmen do vaso encontra-se comprometido, levando a isquemia e, às vezes, a necrose dos tecidos irrigados pelo referido vaso. Outras complicações são representadas pela formação de aneurismas e pela ocorrência de hemorragias. .  O processo inflamatório pode acometer vasos de qualquer calibre, tipo e localização, de forma que várias síndromes clínicas podem ser desencadeadas. Esse fato, associado a inespecificidade das lesões histológicas, dificulta o diagnóstico e a classificação dessas entidades.. A vasculite pode representar a primeira ou a única manifestação de uma doença; por outro lado, pode também ser secundária a outra doença primária. Além disso, pode ocorrer em apenas um órgão, ou acometer vários sistemas ...

Palavras chave: ANCA, vasculite, células, parede, vasos, antígenos, síndrome, células endoteliais, moléculas, parede

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa