Tratamento da dismotilidade gastrintestinal no paciente crítico


Equipe Editorial Bibliomed

Equipe Editorial Bibliomed. Neste artigo:. - Introdução - Particularidades - Abordagem Terapêutica - Rerências Bibliográficas . Introdução . A motilidade do trato gastrintestinal pode ser fortemente comprometida no curso de doenças críticas, o que tem o potencial de causar importantes sequelas clínicas. Dessas, a mais significativa é o comprometimento da nutrição enteral, podendo levar a desnutrição caso não seja reconhecida e tratada. . Além disso, o acometimento do esvaziamento gástrico e da função do esfíncter esofágico inferior pode permitir o refluxo de conteúdo gástrico para o esôfago, durante a alimentação enteral, especialmente com o paciente em decúbito. Essa situação, combinada à perda dos reflexos de vias aéreas, em pacientes sedados e, às vezes, paralisados, resulta em aspiração, muitas vezes não reconhecida. Em última instância, associada ao comprometimento da função respiratória pode predispor o paciente à ocorrência de pneumonia associada à ventilação. . Outra consequência possível é a estase intestinal, que favorece o supercrescimento bacteriano, potencialmente levando à ...

Palavras chave: , motilidade, não, intestinal, esvaziamento, à, gástrico, paciente, esvaziamento gástrico, durante, comprometida, é, nutrientes, , retardo esvaziamento gástrico, além, retardo esvaziamento, pacientes, absorção, motilidade,

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



Assinantes


Esqueceu a senha?