Crise Adrenal


Equipe Editorial Bibliomed

© Equipe Editorial Bibliomed. Neste artigo:. - Introdução. - Avaliação do Paciente. - Exames Complementares. - Tratamento. - Conclusão. - Referências Bibliográficas. Não se deve confundir a Crise Adrenal com a Doença de Addison. Em 1855, Thomas Addison descreveu uma síndrome relacionada à insuficiência adrenal de instalação prolongada e associada a fraqueza, adinamia, anorexia, perda ponderal e hiperpigmentação. Por outro lado, a crise adrenal manifesta-se de modo abrupto, com vômitos, dores abdominais difusas e choque hipovol6emico.. Introdução. O córtex adrenal produz 3 hormônios esteróides: glicocorticóides (cortisol), mineralocorticóides (aldoesterona, 11-deoxicorticosterona) e andrógenos (dehidroepiandrosterona). . O cortisol possui um papel central na crise adrenal. Ele é responsável pelo incremento da gliconeogênese e está envolvido na gênese de vários substratos via proteólise, na inibição da síntese proteica, na mobilização de ácidos graxos e na captação hepática de aminoácidos. Além disso, o cortisol induz indiretamente ...

Palavras chave: adrenal, cortisol, insuficiência, crise, crise adrenal, é, choque, adrenal, de, hormônios, ocorre, quadro clínico, insuficiência adrenal, vômitos dores abdominais, o cortisol, o, dores, está, vômitos, abdominais,

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa