Excesso Androgênico


Equipe Editorial Bibliomed

© Equipe Editorial Bibliomed. Neste Artigo:. - Introdução. - Avaliação da paciente. - Exames complementares. - Abordagem Terapêutica. - Conclusão. - Referências Bibliográficas. Os Andrógenos induzem masculinização e são responsáveis pela formação da genitália externa masculina e outros órgãos sexuais no feto. Sua ausência – ou a ausência de receptores para testosterona – resulta em fenótipo feminino, independente do cariótipo 46 XY. No período pós-natal, as mulheres diminuem sua sensibilidade aos andrógenos, mas o excesso androgênico pode induzir o crescimento de pêlos pubianos, alopécia temporal, acne, hipertrofia clitoriana e diminuição do timbre da voz.. Introdução. O Excesso Androgênico afeta cerca de 8% das mulheres em algum momento de suas vidas, e, para compreender o significado desta alteração, é preciso antes rever a cadeia metabólica de produção e utilização dos hormônios masculinos.. Os ovários secretam androstenediona e testosterona, além de pequenas quantidades de DHEA. As adrenais, ...

Palavras chave: é, androgênico, mulheres, excesso, excesso androgênico, adrenais, são, testosterona, à, mais, enzima 5-redutase, ser, enzima, não, 5-redutase, níveis, dhea, à albumina, são fenotipicamente mulheres próstata, possuem enzima,

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2018 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa