Embolia Gasosa


Equipe Editorial Bibliomed

Neste artigo. - Introdução - Fisiopatologia - Apresentação Clínica - Tratamento - Prognóstico - Prevenção - Referências Bibliográficas. Introdução A embolia gasosa é um acontecimento raro, porém potencialmente fatal, que ocorre como consequência da entrada de ar na circulação sanguínea. Podemos distinguir dois tipos de embolia gasosa: - Venosa/Pulmonar: quando o ar entra na circulação venosa sistêmica e atinge o ventrículo direito e/ou a circulação pulmonar. - Arterial: quando o ar é introduzido na corrente sanguínea arterial, podendo levar a isquemia de algum órgão/tecido com má circulação colateral. A real incidência de embolia gasosa talvez nunca seja realmente determinada, dependendo muito da sensibilidade dos métodos de detecção. Além disso, muitos casos são sub-clínicos, não resultando em desfechos clínicos, de forma que não são relatados. Historicamente, a embolia gasosa foi mais frequentemente associada à craniotomia em posição sentada, embora mais recentemente outras circunstâncias tenham sido associadas a ...

Palavras chave: embolia gasosa, gasosa, ar, procedimentos, circulação, cateter, inserção, pressão, complicação

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa