Drogas antiplaquetárias e cirurgia odontológica


Equipe Editorial Bibliomed

Equipe Editorial Bibliomed. Neste Artigo:. - Introdução. - Avaliando a função plaquetária. - Ácido acetilsalicílico. - Outros antiinflamatórios não-esteróides. - Inibidores dos receptores de ADP. - Inibidores da fosfodiesterase. - Conclusão. - Referências bibliográficas. "Pacientes portadores de doenças tromboembólicas ou vasculopatias em geral fazem uso de ácido acetilsalicílico ou algum outro agente antiplaquetário. Muitos desses fármacos podem prolongar o tempo de sangramento, oferecendo um risco cirúrgico adicional. No consultório odontológico, é freqüente a dúvida se o uso de agentes antiplaquetários deve ser suspenso antes de intervenções eletivas – e por quanto tempo. Neste artigo, revisaremos os vários agentes antiplaquetários em uso, seu modo ação, seus efeitos sobre a função plaquetária e o risco cirúrgico associado a cada um deles".. Introdução. A hemostasia é um processo que engloba inúmeros mecanismos e pode ser dividida em 3 fases distintas. As duas primeiras (fase vascular e fase plaquetária) ...

Palavras chave: , , , é, agentes, agentes antiplaquetários, alterações, hemostasia, fase, ácido, uso, antiplaquetários, –, risco cirúrgico, ação, plaquetária, aas, cirúrgico, ser, insuficiência arterial,

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



Assinantes


Esqueceu a senha?