Trauma na gestante


Equipe Editorial Bibliomed

Neste artigo:. - Introdução. - Exames complementares. - Abordagem terapêutica. - Conclusão. - Referências bibliográficas. Introdução. A gestante vítima de trauma representa um desafio singular, uma vez que os cuidados devem ser direcionados simultaneamente para dois pacientes bem distintos – a mãe e o feto. As alterações anatômicas e fisiológicas da gravidez podem mascarar ou simular diversas lesões, dificultando o processo diagnóstico. A abordagem deve ser multidisciplinar, envolvendo clínicos, cirurgiões especializados em trauma, obstetras e neonatologistas.. Cerca de 6-7% das gestantes sofre algum tipo de trauma durante a gravidez – Os traumas são mais comuns no último trimestre e em mulheres com idade média de 25 anos. . Aproximadamente 0,3-0,4% destes casos necessitam tratamento intra-hospitalar, sendo o trauma craniano a causa mais comum de óbito materno. A causa mais comum de óbito fetal é o choque materno (80%), seguida pelo descolamento abrupto da placenta (30-60% dos casos).. Os acidentes automobilísticos respondem pela maioria dos traumas graves (>60%), sendo seguidos por quedas e violência doméstica (10-31%). O descolamento ...

Palavras chave: Trauma, gestação, tocotraumatismo, cardiotocografia, amniorrexe, corioamnionite, ruptura uterina, descolamento prematuro da placenta, DPP.

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados

Artigo / Publicado em 3 de setembro de 2007

Descolamento prematuro da Placenta

Artigo / Publicado em 2 de abril de 2018

Complicações do Cordão Umbilical

Notícia / Publicada em 26 de agosto de 2011

Maior número de abortos em mulheres com disfunção tireoidiana

Notícia / Publicada em 18 de agosto de 2010

Biomarcadores angiogênicos derivados da placenta são relacionados à pré-eclampsia

Notícia / Publicada em 30 de outubro de 2007

Cesariana prévia contra-indicaria parto vaginal posterior?

Notícia / Publicada em 9 de maio de 2003

Nascem gêmeos de úteros separados

Notícia / Publicada em 29 de maio de 2002

Asma materna pode precipitar parto prematuro

Notícia / Publicada em 4 de fevereiro de 2002

Antibióticos podem prevenir parto prematuro

Notícia / Publicada em 30 de março de 2001

Risco de ruptura uterina após cesárea prévia não aumenta depois de gestação de 40 semanas

Notícia / Publicada em 9 de outubro de 2000

Os Cuidados Domésticos Após Ruptura de Membranas Pré-Parto Aumentam o Índice de Evolução Adversa



© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa