Abscesso Perirenal


Equipe Editorial Bibliomed

Equipe Editorial Bibliomed. Neste artigo:. - Introdução. - Exame do Paciente. - Exames Complementares. - Abordagem Terapêutica. - Seguimento. - Conclusão. - Referências Bibliográficas. "O abscesso perirenal pode representar um grande desafio diagnóstico, mesmo para profissionais experientes – e este é um dado importante, uma vez que atrasos no início do tratamento aumentam significativamente a morbidade e a mortalidade associadas ao processo. Felizmente, o surgimento de ferramentas de imagem como o ultrassom e a tomografia computadorizada, além dos novos antibióticos, ajudaram a melhorar bastante o prognóstico do abscesso perirenal nas últimas décadas".. Introdução. . O curso clínico do abscesso perirenal (APR) é insidioso. O quadro costuma ser secundário à obstrução urinária e/ou disseminação hematógena, com incidência de 1-10 casos para cada 10.000 internações hospitalares.. . Os microorganismos mais frequentemente envolvidos na gênese do APR são Escherichia coli, Proteus sp e Staphylococcus aureus, mas o quadro também pode decorrer de infecção por Klebsiella, Enterobacter, ...

Palavras chave: abscesso, infecção urinária, ITU, obstrução urinária, hemodiálise, rins policísticos, transplante renal, diabetes

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa