Hiperparatireoidismo Primário


Equipe Editorial Bibliomed

Neste artigo:. - Introdução. - Manifestações clínicas. - Diagnóstico. - Tratamento. - Conclusão. - Referências. Introdução. O hiperparatireoidismo primário (HPTP) é um distúrbio onde a hipersecreção de hormônio paratireoidiano leva à hipercalcemia e suas consequências, tais como depósitos de cálcio nos túbulos renais, osteoporose com dor óssea e fraturas espontâneas, fraqueza muscular e sintomas gastrintestinais diversos. Em cerca de 85% dos casos, o quadro decorre de adenomas solitários.. A incidência de hiperparatireoidismo vem aumentando substancialmente na última década, devido à dosagem dos níveis séricos de cálcio nos exames médicos de rotina. A cada ano, estima-se que ocorram 25-50 novos casos para cada 100.00 pessoas, com mulheres sendo duas vezes mais afetadas que os homens. Os adenomas solitários são a principal causa, especialmente após os 40 anos de idade.. Em 10% dos pacientes, a alteração decorre de hiperplasia de todas as quatro glândulas. Estes casos são quase sempre familiais, no contexto de três doenças de herança autossômica dominante: neoplasia endócrina múltipla (NEM) tipo 1 ...

Palavras chave: Hiperparatireoidismo, paratireóide, hipercalcemia, osteoporose, neoplasia endócrina múltipla, NEM.

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2018 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa