Drogas Antiarrítmicas - Parte VII - Sotalol


Equipe Editorial Bibliomed

Cláudia Guimarães Abreu e Antônio Luiz Pinho Ribeiro. . Sotalol. . Sumário. . Esta revisão aborda os aspectos básicos da farmacologia dos antiarrítmicos, medicamentos utilizados com o objetivo de suprimir, prevenir ou reverter as arritmias cardíacas.. . O sotalol é fármaco peculiar, que associa potentes propriedades betabloqueadoras não-cardiosseletivas ao prolongamento da repolarização das fibras cardíacas. Ao eletrocardiograma, provoca aumento do intervalo PR e prolongamento do intervalo QT.. . A absorção por via oral é rapida e completa com biodisponibilidade próxima a 100%. A depuração plasmática é primariamente renal; o sotalol atravessa a placenta e é excretado no leite materno. Por via oral, a dose varia entre 160 a 640 mg/dia dividida em duas tomadas, antes das refeições, não sendo necessário dose de ataque.. . Os efeitos colaterais cardíacos e extra-cardíacos se assemelham às reações colaterais das drogas b-antagonistas. Adicionalmente, pode produzir proarritmia (3 a 5% dos casos) relacionadas à síndrome do QT prolongado e torsade de pointes.. . É droga de primeira linha, eficaz e bem tolerada na supressão de taquiarritmias ventriculares sustentadas, refratárias e que representam risco de vida, principalmente quando associadas a cardiopatia isquêmica.. . Possibilita a supressão de extra-sístoles atriais, ...

Palavras chave: sotalol, é, aumento, propriedades, taquiarritmias, efeitos, drogas, repolarização, prolongamento, atividade, betabloqueadoras não-cardiosseletivas, não-cardiosseletivas prolongamento, propriedades betabloqueadoras não-cardiosseletivas, propriedades betabl

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



Assinantes


Esqueceu a senha?