Qualidade da Anticoagulação em Pacientes com Fibrilação Atrial


Equipe Editorial Bibliomed

Sebastián Grinspon. A anticoagulação é um tratamento complexo. O seguinte estudo mostra a baixa qualidade do tratamento anticoagulante que recebem os pacientes na prática, em geral, e propõe que os serviços de anticoagulação seriam uma medida que melhoraria isto.. . A fibrilação atrial (FA) é o segundo fator de risco mais importante para acidente vascular cerebral (AVC) isquêmico. O tratamento com anticoagulantes orais reduz o risco de AVC em 60 - 70%. Os anticoagulantes orais como a Warfarina ou o acenocumarol, têm um índice terapêutico estrito e seu uso deve ser monitorado com cuidado. . . Deve-se conseguir o tempo de protrombina com RNI entre 2 e 3, pois abaixo desses níveis aumenta o risco de AVC e acima aumenta o risco de sangramento. O uso de anticoagulantes orais está aumentando, talvez devido aos grandes estudos que apareceram nos últimos anos demonstrando seus benefícios. A qualidade do tratamento anticoagulante refere-se ao bom controle do paciente, quanto tempo permanece em tratamento e quanto demora a voltar à situação inicial. . . Um bom acompanhamento do paciente anticoagulado requer uma boa relação médico-paciente e um fácil acesso aos laboratórios para o controle. A quantidade de pacientes anticoagulados acompanhados por um médico determina, em parte, a qualidade do tratamento conduzido pelo médico. . . Nos Estados Unidos, a maioria ...

Palavras chave: pacientes, tratamento, anticoagulação, qualidade, qualidade tratamento, serviços, serviços anticoagulação, médicos, risco, anticoagulados, qualidade tratamento anticoagulante, tratamento anticoagulante, tempo, anticoagulantes, avc, eram, anticoagulante, r

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa