intracraniana

buscar central de toxicologia
resultado
informação buscada: intracraniana
total de (9) resultados
  • Central de Toxicologia - 04 - (C) Circulação

    I – Avaliação geral e tratamento inicial A – A estabilidade hemodinâmica é o principal objetivo. Checar a pressão sangüínea, a freqüência e o ritmo de pulso. São sinais precoces de hipovolemia a taquicardia e a vasoconstrição cutânea. Conseqüentemente, todo paciente politraumatizado que está frio e taquicárdico está em choque, até que se prove o contrário. Realizar manobras de ressuscitação cardiopulmonar caso não exista pulso arterial central e suporte de vida cardíaco avançado (ACLS)

    Central de Toxicologia / Publicado em 13 de julho de 2010
  • Central de Toxicologia - Chumbo

    Generalidades O chumbo é metal um constituinte da crosta terrestre encontrado por toda a natureza (água, solo, alimentos, especialmente alimentos marinhos e cereais). Possui coloração acinzentada, é maleável e sofre alteração com a variação de umidade do ar. Além do chumbo metálico, existem vários compostos orgânicos e inorgânicos de grande importância na indústria como arseniatos, cloretos, oxicloretos, carbonatos, sulfatos, cromatos, chumbo tetraetila, chumbo tetrametila, sulfeto (galena

    Central de Toxicologia / Publicado em 13 de julho de 2010
  • Central de Toxicologia - Vitaminas

    Vitaminas Nomes comerciais mais comuns Dose terapêutica Via Vitamina C Cebion®, Cewin®, Citrovit® 300-400mg/dia VO Complexo B Vitamina B1

    Central de Toxicologia / Publicado em 13 de julho de 2010
  • Central de Toxicologia - Anticoagulantes

    Cumarínicos ou derivados Coumachlor, cumacloro (TomorinÒ ), Tomorin, acetonilclorobenzil hidroxicumarina ; Cumafeno, Warfarin, 3-(alfa-acetonilbenzil)-4-hidroxicumarina (RacuminÒ ); Coumafuryl, Cumafuril, furilacetiletil hidroxicumarina, Fumarin; Coumatetralyl, cumatretalil, Racumin, alfa tetraetil oxicumarina; Brodifacoum (KleratÒ , Ratak 10Ò ), brodifacum. Generalidades O bishydroxycoumarin (dicumarol) descoberto, em 1939 a partir de

    Central de Toxicologia / Publicado em 13 de julho de 2010
  • Central de Toxicologia - Corticóides

    Apresentações. Glicocorticóides Budesonide Cortisona Betametasona (DiprospanÒ , CelestoneÒ ) Deflazacort (CalcortÒ , DenacenÒ ) Dexametasona (DecadronÒ ) Fluprednisolone Hidrocortisona (Solu-cortefÒ , FlebocortidÒ ) Metilprednisolona (Solu-medrolÒ ) Parametasona Prednisolona Prednisona (MeticortenÒ

    Central de Toxicologia / Publicado em 13 de julho de 2010
  • Central de Toxicologia - DEET

    Tabela com fármacos Reparil Spray® e Reparil Gel® à associação de salicilato de dietilamina, escina amorfa e escina polissulfonada sódica. Generalidades As substâncias conhecidas pela sigla DEET têm a nomenclatura química de N,N-dietil-M-toluamida. Possuem como sinônimos os termos benzamida, dietilamida, M-det e M-delfeno. São eficazes repelentes de insetos, agindo inclusive contra pulgas e carrapatos. O DEET foi sintetizado em 1953 e em 1956 começou a ser comercializado. Geralmente

    Central de Toxicologia / Publicado em 13 de julho de 2010
  • Central de Toxicologia - Dissulfiram

    Tabela com fármacos Antietanol® Generalidades O dissulfiram é uma substância que inicialmente foi utilizada na indústria de borracha como anti-oxidante. Observou-se que trabalhadores expostos a ele desenvolveram hipersensibilidade ao etanol. Hoje é utilizado no tratamento do alcoolismo crônico. Os estudos para esse seu uso iniciaram com a pesquisa de dois médicos dinamarqueses que avaliavam uma potencial ação anti-helmíntica do medicamento quando, estando ambos em uma festa, observaram

    Central de Toxicologia / Publicado em 13 de julho de 2010
  • Central de Toxicologia - 08 - Alteração do Estado Mental - Convulsões

    A – Considerações Iniciais. As convulsões são causa frequente de morbidade e mortalidade devido a drogas e envenenamentos. As crises podem ser únicas e rápidas ou múltiplas e prolongadas podendo ser desencadeadas por vários mecanismos (tabela 13). 1 – Convulsões generalizados geralmente resultam em perda da consciência, geralmente acompanhada de mordedura da língua e incontinência fecal e urinária. 2 – Outras causas de hiperatividade muscular ou rigidez podem ser confundidas

    Central de Toxicologia / Publicado em 13 de julho de 2010
  • Central de Toxicologia - 17 - Avaliação psicossocial, intoxicação em pacientes grávidas e crianças - Considerações Especiais

    A – Avaliação psiquiátrica para reconhecer o risco de novas tentativas de auto extermínio. 1 – Não é apropriado dar alta ou transferir um paciente potencialmente suicida. De preferência eles devem ser levados para hospitais psiquiátricos onde podem ser observados de perto (por no mínimo 72 horas) e tratados corretamente. 2 – Pacientes que telefonam de casa após ingestão intencional devem sempre ser referidos a um centro de emergência para avaliação médica e psiquiátrica. B

    Central de Toxicologia / Publicado em 13 de julho de 2010
< Anterior de 1 Próxima >

Assinantes


Esqueceu a senha?