hipertermia

 

Assinantes


Esqueceu a senha?

Assinantes


Esqueceu a senha?
buscar central de toxicologia
resultado
informação buscada: hipertermia
total de (37) resultados
  • Central de Toxicologia - 07 - Alteração do Estado Mental - Hipertermia

    A – Considerações Iniciais. Hipertermia (temperatura > 40ºC) pode ser uma complicação catastrófica de uma intoxicação por várias drogas e toxinas (tabela 12). Ela pode causar uma geração excessiva de calor por ataques contínuos, rigidez ou hiperatividade muscular; aumento do metabolismo; distúrbios no mecanismo de dissipação do calor por alteração da sudorese (agentes anticolinérgicos); ou desordens hipotalâmicas. 1 – Síndrome Neuroléptica Maligna. É um distúrbio hipertérmico

    Central de Toxicologia / Publicado em 13 de julho de 2010
  • Central de Toxicologia - 10 - Outras complicações - Distonia, discinesia e rigidez

    A – Considerações Iniciais. Exemplos de drogas que causam movimentos anormais ou rigidez estão listados na Tabela 15. 1 – Reações distônicas são comuns com antipsicóticos, na dose tóxica ou até na dose terapêutica, e também de alguns antieméticos. O mecanismo de disparo dessas reações parece estar relacionado com o bloqueio central da dopamina. Distonias consistem em movimentos dolorosos, forçados e involuntários do pescoço, protrusão de língua e extensão da mandíbula. Outras desordens

    Central de Toxicologia / Publicado em 13 de julho de 2010
  • Central de Toxicologia - Antipsicóticos

    Tabela com Fámacos (Classificação e principais representantes dos antipsicóticos) Classe Composto Nome(s) Comercial(ais) 1. Fenotiazinas alifáticas piperidínicas piperazínicas Clorpromazina Levomepromazina Tioridazina Periciazina Pipotiazina Trifluoperazina Flufenazina

    Central de Toxicologia / Publicado em 13 de julho de 2010
  • Central de Toxicologia - 09 - Alteração do Estado Mental Agitação, delírio e psicose

    A – Considerações Iniciais. Agitação, delírio e psicose podem ser causadas por uma variedade de drogas e toxinas (Tabela 14). Estes sintomas podem ser causados também por distúrbios funcionais do pensamento ou encefalopatias metabólicas causada por medicamentos. 1 – Psicose funcional ou agitação induzida e psicose são comumente associadas a uma integridade sensorial com alucinações predominantemente auditivas. 2 – Na encefalopatia metabólica ou no delírio induzido por drogas, existem alterações

    Central de Toxicologia / Publicado em 13 de julho de 2010
  • Central de Toxicologia - Alucinógenos

    Generalidades - Os alucinógenos são um grupo de substâncias utilizadas pelo homem desde os tempos mais remotos das civilizações. Originalmente - e, muito freqüentemente, nos dias de hoje - , as substâncias com estas propriedades eram obtidas a partir de plantas, e os povos primitivos as consumiam abundantemente na maioria das vezes com objetivos rituais. Posteriormente tais plantas tornaram-se substâncias de abuso, tornando-se difundidas na civilização ocidental moderna. - A partir da

    Central de Toxicologia / Publicado em 13 de julho de 2010
  • Central de Toxicologia - Atropina

    Tabela com fármacos: Aqui serão listados antagonistas muscarínicos em geral Naturais Atropina Escopolamina Alcalóides relacionados da beladona Substitutos sintéticos e semi-sintéticos dos alcalóides da beladona A. Com estrutura de amônio quaternário Ipratrópio Metscopolamina Metilbrometo de homatropina Metantelina Propantelina Metilbrometo de anisotropina Brometo de clidínio ( também associado com clordiazepóxido ) Glicopirrolato ( também usado via parenteral com anestésicos

    Central de Toxicologia / Publicado em 13 de julho de 2010
  • Central de Toxicologia - Simpaticomiméticos

    Tabela de compostos/fármacos. Composto Nome comercial Anfepramona Dietilpropionaâ , Dualidâ , Hipofagin Sâ , Inibex Sâ Dexfenfluramina Delgarâ , Flurilâ , Isomerideâ Fenproporex Desobesi

    Central de Toxicologia / Publicado em 13 de julho de 2010
  • Central de Toxicologia - 05 - Alteração do Estado Mental - Coma e torpor

    A – Considerações Iniciais. Uma queda no grau de consciência é uma complicação grave e a mais comum em intoxicações e envenenamentos. No quadro 1 apresentamos uma escala para avaliação do estado de consciência. Exemplos de drogas e toxinas que podem causar coma estão listados na tabela 10. 1 – O coma é resultante da depressão global do sistema de ativação reticular do cérebro, podendo ser causado por agentes anticolinérgicos, drogas simpaticolíticas, depressores centrais

    Central de Toxicologia / Publicado em 13 de julho de 2010
  • Central de Toxicologia - Antidepressivos tricíclicos

    Agentes e compostos Composto Nome comercial Amitriptilina Amitriptilinaâ , Amytrilâ , Tryptanolâ . Imipramina Imipraâ , Tofranilâ , Tofranil Pamoatoâ . Nortriptilina Pamelor

    Central de Toxicologia / Publicado em 13 de julho de 2010
  • Central de Toxicologia - Estricnina

    Generalidades - A estricnina é o principal alcalóide encontrado na planta Strychnos nux vomica, uma árvore natural da Índia, sul da Ásia, Austrália e Havaí. Ela foi introduzida no século XVI na Alemanha como um raticida, função que persiste até os dias de hoje. É um cristal inodoro e incolor ou pode apresentar-se como um pó branco e amargo. Apresentações mais comuns - O uso principal da estricnina é como praguicida e, apesar da sua proibição atual, ainda hoje podemos encontrá-la sendo

    Central de Toxicologia / Publicado em 13 de julho de 2010
< Anterior de 4 Próxima >

Assinantes


Esqueceu a senha?