CAPTOPRIL -(CAPOTEN)

Equipe Editorial Bibliomed

Fórmula:
Comprimido - 12,5mg, 25mg e 50mg

Indicações:
Hipertensão arterial. Insuficiência cardíaca congestiva. Infarto agudo do miocárdio. Nefropatia diabética.

Posologia:
Adulto: dose inicial é de 25mg VO, 2 a 3 vezes ao dia, sendo a primeira dose ao deitar. Idosos: 6,25mg a 12,5mg VO, 2 vezes ao dia. Em pacientes sob terapia diurética e na fase aguda do infarto agudo do miocárdio, a dose inicial recomendada é de 6,25mg VO, 1 a 2 vezes ao dia (risco de resposta hipotensora exagerada). As doses podem ser elevadas em função da resposta terapêutica.

Contra indicação:
Alergia ao captopril ou outro inibidor da ECA. Gravidez.

Efeitos adversos:
Tosse seca persistente. Insônia, cefaléia, tonturas e fadiga. Rash cutâneo, reações cutâneas de fotossensibilidade, prurido, alopécia. Dor abdominal, náusea, diarréia, constipação, anorexia, alterações do paladar. Parestesias. Mais raramente ocorrem hipotensão arterial, angioedema, hiperpotassemia, neutropenia, agranulocitose, proteinúria, aumento da uréia e creatinina.

Interações:
Seu efeito anti-hipertensivo pode ser potencializado pela associação com diuréticos, nitratos e derivados da nitroglicerina e probenecida. Diuréticos poupadores de potássio, suplementos de potássio ou substitutivos de sal contendo potássio podem induzir o aparecimento de hiperpotassemia. Pode potencializar os efeitos tóxicos do lítio e da digoxina. Alopurinol pode aumentar a freqüência de reações de hipersensibilidade, existindo relatos de aparecimento da síndrome de Stevens-Johnson. Probenecida pode aumentar os níveis séricos dos inibidores da ECA. Antiinflamatórios não esteroidais, aspirina e antiácidos podem diminuir ou abolir a eficácia anti-hipertensiva do captopril.

Precauções:
Pacientes hipertensos ou com insuficiência cardíaca, principalmente em uso de diuréticos, nitratos ou vasodilatadores, dieta sem sal ou desidratação, poderão apresentar hipotensão arterial de grau variável e hipotensão ortostática. Deve ser usado com cautela em pacientes com função renal comprometida, estenose valvular aórtica e hipercalemia.

Tipo:
Anti-Hipertensivos


conteúdos relacionados

Artigo / Publicado em 13 de agosto de 2013

Captopril

Artigo / Publicado em 10 de novembro de 2004

Disfunção sexual e medicação anti-hipertensiva

Artigo / Publicado em 30 de agosto de 2005

Manifestações orais de reações medicamentosas

Notícia / Publicada em 30 de novembro de 2004

Impacto do diabetes mellitus na mortalidade de pacientes com infarto agudo do miocárdio.

Notícia / Publicada em 22 de junho de 2004

Medicamentos para hipertensão e diabetes são os mais procurados nas farmácias populares

Notícia / Publicada em 1 de dezembro de 2003

Valsartan é tão efetivo quanto captopril em pacientes que sofreram infarto do miocárdio

Notícia / Publicada em 13 de março de 2002

Ministério da Saúde amplia controle da hipertensão

Notícia / Publicada em 1 de novembro de 2001

Genéricos para cardiologia já estão à venda nas farmácias

Notícia / Publicada em 19 de dezembro de 2000

Brasil: Pritor, da Glaxo, Combate Hipertensão

Notícia / Publicada em 3 de julho de 2000

Ministério da Saúde Aprova Novo Genérico Para Pressão Alta

Assinantes


Esqueceu a senha?