SERTRALINA (CLORIDRATO) -(ZOLOFT)

Equipe Editorial Bibliomed

Fórmula:
Comprimido revestido - 50mg

Indicações:
Tratamento de sintomas de depressão, incluindo depressão acompanhada por sintomas de ansiedade, em pacientes com ou sem história de mania. Transtorno obsessivo compulsivo (TOC). Transtorno do pânico.

Posologia:
Depressão e TOC: 50mg/dia VO. Transtorno do pânico: 25mg/dia, aumentando para 50mg/dia após uma semana. Caso a resposta terapêutica seja inadequada, pode-se aumentar a dose em intervalos de 1 semana. Dose máxima recomendada de sertralina - 200mg/dia.

Contra indicação:
Hipersensibilidade à sertralina ou aos componentes de sua fórmula. Pacientes utilizando inibidores da monoaminoxidase (IMAO), ou 14 dias após a descontinuação do tratamento com IMAO. A administração de sertralina com outras drogas que aumentam os efeitos da neurotransmissão serotonérgica, assim como o triptofano, fenfluramina ou agonistas 5-HT, deve ser evitada, devido ao potencial de interações farmacodinâmicas.

Efeitos adversos:
Reação alérgica (broncoespasmo, incluindo casos raros de eritema multiforme e distúrbios esfoliativos da pele, angioedema e rash cutâneo). Astenia, fadiga, febre e rubor. Dor torácica, hipertensão, palpitações, edema periorbital, síncope e taquicardia. Midríase, coma, convulsões, dor de cabeça, enxaqueca, distúrbios motores (incluindo sintomas extrapiramidais, tais como hipercinesia, hipertonia, ranger de dentes). Galactorréia, hiperprolactinemia e hipotireoidismo. Dor abdominal, pancreatite e vômito. Função plaquetária alterada, distúrbios hemorrágicos. Hemorragia gástrica e hematúria. Leucopenia, púrpura e trombocitopenia. Hepatite, icterícia, disfunção hepática e elevações assintomáticas das transaminases hepáticas. Agitação, reações agressivas, ansiedade, sintomas de depressão, alucinações e psicose. Irregularidades menstruais. Alopécia. Edema facial e retenção urinária. Priapismo e disfunção sexual.

Interações:
Recomenda-se monitorar as concentrações plasmáticas de fenitoína, quando administrada concomitantemente com a sertralina. Sumatriptano: o paciente pode apresentar fraqueza, hiper-reflexia, incoordenação motora, confusão, ansiedade e agitação. Warfarina: aumenta o tempo de protrombina.

Precauções:
Reações graves, algumas vezes fatais, em associação aos inibidores da monoaminoxidase.

Tipo:
Anti-depressivos


conteúdos relacionados

Artigo / Publicado em 30 de maio de 2016

Convulsão Psicogênica

Artigo / Publicado em 22 de junho de 2000

Antidepressivos Reduzem Risco da Formação de Trombos em Pacientes Cardiopatas

Artigo / Publicado em 25 de julho de 2013

Cloridrato de Sibutramina

Artigo / Publicado em 17 de junho de 2010

Cimetidina

Artigo / Publicado em 6 de julho de 2007

Biperideno

Artigo / Publicado em 17 de junho de 2010

Cloridrato de Hidroxizina

Artigo / Publicado em 17 de junho de 2010

Cloridrato de Memantina

Artigo / Publicado em 16 de dezembro de 2013

Depressão Pós-Parto

Artigo / Publicado em 26 de agosto de 2014

Tiamina

Artigo / Publicado em 17 de junho de 2010

Dexclorfeniramina

Assinantes


Esqueceu a senha?