Cientistas começam a desconfiar de que fast food vicie

30 de janeiro de 2003
Equipe Editorial Bibliomed

30 de Janeiro de 2003. Pesquisadores questionam os efeitos biológicos da comida rápida, conhecida como fast food, e descobrem que esse tipo de alimentação pode provocar mudanças hormonais no organismo que tornariam incontrolável o ato de comer.
A refeição composta de alimentos ricos em gordura e altamente calórica não só engorda como também pode viciar, diz a edição desta semana da revista "New Scientist". Segundo a revista, à medida que as pessoas ganham peso, tornam-se mais resistentes ao hormônio leptina que está fortemente ligado ao...

Palavras chave: revista, ricos, alimentos ricos, fast food, cientistas, alimentos, peso, não, food, fast, tornam-se mais resistentes hormônio, mais resistentes hormônio, peso tornam-se, medida, lept

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados

Clipping / Publicado em 15 de maio de 2006
Vacina para meningite A
Clipping / Publicado em 27 de setembro de 2005
Técnica que cria "paciente virtual" ajuda cirurgia do lábio leporino
Clipping / Publicado em 12 de maio de 2005
Ministério da Saúde diz que não recebeu pedido para credenciar UTI em Redenção
Clipping / Publicado em 4 de agosto de 2004
Angiografia coronariana determina a necessidade de revisão da cirurgia em até 4,2% dos pacientes durante a revascularização miocárdica
Clipping / Publicado em 2 de agosto de 2004
PSF faz dez anos com resultados positivos
Clipping / Publicado em 29 de junho de 2004
Relação entre micronutrientes e proteína C-reativa na tuberculose pulmonar analisada
Clipping / Publicado em 24 de novembro de 2003
China vai testar vacina contra a Sars ainda este ano
Clipping / Publicado em 21 de novembro de 2003
Terapia antiretroviral combinada aumenta o risco de IAM
Clipping / Publicado em 17 de outubro de 2003
Dietas rápidas contribuem para o efeito sanfona, diz estudo
Clipping / Publicado em 26 de maio de 2003
Uso da 'pílula do dia seguinte' diminui casos de aborto no país


Assinantes


Esqueceu a senha?