Estresse de ataques de 11/9 afetou fertilidade em NY

16 de outubro de 2003
Equipe Editorial Bibliomed

16 de Outubro de 2003. É possível que os atentados de 11 de setembro nos EUA tenham afetado mulheres que estavam fazendo tratamento para engravidar na época. Essa conclusão foi apresentada durante o encontro da American Society for Reproductive Medicine em San Antonio, no Texas, por especialistas americanos. Segundo eles, as grávidas que passam por um estresse muito grande têm mais risco de perder o bebê, mas as mulheres que estavam fazendo tratamento para engravidar na época dos ataques de 11 de setembro se tornaram ainda mais vulneráveis. Foram ouvidas...

Palavras chave: ataques, mulheres, mais, estresse, setembro, fertilidade, tratamento, mulheres tratamento, tratamento engravidar, mulheres tratamento engravidar, de, 11 setembro, é, engravidar, épo

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados

Clipping / Publicado em 25 de abril de 2006

Conduta conservadora da gravidez ectópica cervical

Clipping / Publicado em 25 de julho de 2005

Especialistas apontam novidades e cuidados nos tratamentos de pele durante o inverno

Clipping / Publicado em 9 de junho de 2005

MSF exige a libertação imediata e incondicional dos dois profissionais seqüestrados na RDC

Clipping / Publicado em 25 de outubro de 2004

Treinamento em RCP deveria oferecer estratificação etária

Clipping / Publicado em 19 de fevereiro de 2004

Gene da memória e aprendizado é ligado ao do vício

Clipping / Publicado em 18 de dezembro de 2003

Cipó-cravo tem efeito analgésico

Clipping / Publicado em 11 de dezembro de 2003

Diarréia constante afeta inteligência

Clipping / Publicado em 9 de dezembro de 2003

Seminário debate saúde

Clipping / Publicado em 14 de março de 2003

China desenvolve teste que diagnostica aids em cinco minutos

Clipping / Publicado em 15 de janeiro de 2003

Publicada análise dos atendimentos realizados no dia 11 de setembro de 2001 em Nova Iorque



© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa