Leucemia infantil, efeitos tardios e um modelo de acompanhamento centrado na pessoa

02 de maio de 2019
Equipe Editorial Bibliomed

02 de maio de 2019 (Bibliomed). A sobrevivência após o câncer infantil melhorou substancialmente ao longo do último meio século com a introdução da quimioterapia. Isto é particularmente verdadeiro para a leucemia, a forma mais comum de câncer infantil, que era considerada incurável na década de 1960. No entanto, com a quimioterapia combinada, as taxas de sobrevida em 5 anos aumentaram para 50% em 1975-1977 e, finalmente, 88% em 2007-2013 nos Estados Unidos.

Com o tempo, ficou claro...

Palavras chave: Pediatria, oncologia, câncer infantil, sobrevida, quimioterapia, cura, leucemia.

 

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados

Clipping / Publicado em 29 de junho de 2006

Choque térmico

Clipping / Publicado em 22 de junho de 2006

Autismo pode estar ligado a contaminação por metais pesados

Clipping / Publicado em 16 de setembro de 2005

Mistura perigosa

Clipping / Publicado em 6 de julho de 2005

Proteína pode ajudar no tratamento do mal de Parkinson

Clipping / Publicado em 11 de setembro de 2003

Exercício reduz risco de câncer de mama, diz estudo

Clipping / Publicado em 2 de setembro de 2003

Governo dos EUA diz que estados são negligentes no tratamento de doentes mentais graves

Clipping / Publicado em 28 de agosto de 2003

Sertralina tem bons resultados para tratamento da depressão em crianças e adolescentes

Clipping / Publicado em 25 de junho de 2003

Isoflavonas associadas a uma diminuição na ocorrência do câncer de mama

Clipping / Publicado em 27 de janeiro de 2003

Sildenafril eficaz para a disfunção erétil em diabéticos de tipo 1

Clipping / Publicado em 23 de janeiro de 2003

Genoma nacional rende primeiras patentes



© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa