Incidência e fatores de risco para sepse após esplenectomia em crianças

30 de agosto de 2018
Equipe Editorial Bibliomed

30 de agosto de 2018 (Bibliomed). As crianças que se submeteram à esplenectomia podem desenvolver uma função imunológica comprometida e aumentar o risco de infecção grave pós-esplenectomia. Pesquisadores procuraram definir a taxa de longo prazo dos fatores de risco para sepse pós-esplenectomia.

Para tal, utilizou-se o Repositório de Dados do Sistema de Saúde Militar, um banco de dados de cobranças de contas médicas nacionalmente representativo, incluindo mais de 3 milhões de crianças registradas...

Palavras chave: Cirurgia, pediatria, esplenectomia, bacteremia, sepse, epidemiologia, medicina militar.

 

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados

Clipping / Publicado em 30 de maio de 2006

Maior parte dos dentistas não está preparada para tratar o trauma dento-alveolar

Clipping / Publicado em 16 de março de 2006

Alimentos que baixam colesterol agem melhor quando combinados

Clipping / Publicado em 20 de outubro de 2005

Governador do MS suspeita que foco de aftosa veio do Paraguai

Clipping / Publicado em 27 de setembro de 2005

Durma bem!

Clipping / Publicado em 21 de setembro de 2005

A microbiota intestinal agradece

Clipping / Publicado em 13 de junho de 2005

Idosos podem precisar de mais proteínas para terem ossos saudáveis

Clipping / Publicado em 13 de abril de 2004

Vacinação contra gripe deve atingir 2,4 milhões de idosos em SP

Clipping / Publicado em 23 de dezembro de 2003

Mistérios em Medicina: como preces de terceiros interferem no prognóstico?

Clipping / Publicado em 16 de junho de 2003

Cateterismo sem medo

Clipping / Publicado em 1 de abril de 2003

Diagnóstico precoce contra a surdez



© 2000 - 2018 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa