Alemanha entre o tabu e o progresso

06 de janeiro de 2003
Equipe Editorial Bibliomed

06 de Janeiro de 2003. Após dois anos de discussão, o governo alemão concedeu à neurologista Oliver Brüstle, da Universidade de Bonn, a primeira licença de importação de células-tronco de embriões humanos para uso em pesquisas. A demora explica-se pelo medo provocada pelas experiências nazistas com seres humanos, que no passado, utilizaram judeus, entre eles crianças e deficientes físicos, como cobaias. A pesquisa de Oliver Brüstle, tem como objetivo, em cinco anos, tratar doenças neurológicas graves, como o mal de Parkinson e a esclerose múltipla. As células...

Palavras chave: oliver, humanos, anos, universidade, pesquisa, físicos, objetivo cinco, cinco anos, objetivo cinco anos, cobaias, oliver brüstle, brüstle objetivo, graves, tratar, doenças, neuroló

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados

Clipping / Publicado em 4 de outubro de 2005
Médicos se preparam para o 1° transplante de rosto
Clipping / Publicado em 4 de outubro de 2005
Britânicos terão aula de culinária para combater obesidade
Clipping / Publicado em 18 de fevereiro de 2004
Gel dental retira cárie sem anestesia ou motor
Clipping / Publicado em 20 de novembro de 2003
Doação de órgãos: médicos devem se preparar para aumento da demanda
Clipping / Publicado em 19 de novembro de 2003
Avanços na compreensão e no manejo da dor neuropática
Clipping / Publicado em 14 de novembro de 2003
Cientistas norte-americanos criam vírus artificial
Clipping / Publicado em 16 de outubro de 2003
Levitra se mostra eficaz no que o Viagra falhou
Clipping / Publicado em 11 de setembro de 2003
Chá tem tanto efeito quanto protetor solar, diz estudo
Clipping / Publicado em 7 de agosto de 2003
Gordos têm mais chance de morrer em colisões, diz estudo
Clipping / Publicado em 9 de janeiro de 2003
UE defende proibição mundial da clonagem de seres humanos


Assinantes


Esqueceu a senha?