Múmias de 9.000 anos carregam DNA do parasita do mal de Chagas

04 de fevereiro de 2004
Equipe Editorial Bibliomed

04 de Fevereiro de 2004. Seres humanos já estavam sofrendo da doença de Chagas 9.000 anos atrás, segundo testes feitos com múmias do Peru e do Chile. O estudo foi o primeiro de grande escala (283 múmias) com o objetivo de entender o impacto da doença em populações antigas. Os resultados indicam que a alta percentagem de pessoas infectadas com o parasita da doença -115, ou seja, 40,6% - não variou significativamente ao longo dos anos, nem segundo sexo ou peso da vítima.

Fonte: Jornal Folha de São Paulo

Palavras chave: anos, múmias, doença, 9000 anos, 9000, segundo, parasita, chagas, pessoas infectadas, percentagem de pessoas, infectadas parasita, indicam, alta percentagem de pessoas, 406%, -115, i

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados

Clipping / Publicado em 6 de julho de 2006
Falta de saneamento leva mil crianças aos hospitais por dia
Clipping / Publicado em 28 de abril de 2006
Estudo investiga variações da pressão arterial em neonatos
Clipping / Publicado em 25 de abril de 2006
Brasil cria método de regeneração com células-tronco
Clipping / Publicado em 23 de novembro de 2005
Spray i>versus /i> gotas: o que é melhor para as crianças?
Clipping / Publicado em 28 de setembro de 2005
Risco cardiovascular poderia ser revertido em idosos
Clipping / Publicado em 28 de dezembro de 2004
Nova vacina complementará coquetel contra aids
Clipping / Publicado em 20 de janeiro de 2004
Cerveja contra envelhecimento é lançada na Alemanha
Clipping / Publicado em 16 de janeiro de 2004
China confirma terceiro caso suspeito de Sars
Clipping / Publicado em 24 de outubro de 2003
Mulheres abandonam terapia de reposição hormonal, diz estudo
Clipping / Publicado em 11 de julho de 2003
Picada de escorpião só deve ser tratada com soro


Assinantes


Esqueceu a senha?