Publicidade

Publicidade

Publicidade

BISOLVON

Laboratório

Boehringer Ingelheim do Brasil Quím. e Farm. Ltda.

Principio ativo

BROMEXINA, CLORIDRATO

Classe

Tosse e expectoração

Composição

Xarope infantil: Cada 5 ml (1/2 copo-medida) contêm: Cloridrato de bromexina 4 mg. Excipientes: Benzoato de sódio, ciclamato de sódio, nova coccina, edetato diidratado dissódico, ácido tartárico, essência de morango, glicerol, carmelose sódica, sorbitol, água purificada. Xarope adulto: Cada 5 ml (1/2 copo-medida) contêm: Cloridrato de bromexina 8 mg. Excipientes: Ácido tartárico, hietelose, sorbitol, glicerol, metabissulfito de sódio, mentol, aroma de cereja, aroma de cacau, álcool etílico, ácido benzóico, água purificada. Gotas: Cada 1 ml (15 gotas) contém: Cloridrato de bromexina 2 mg. Excipientes: Ácido tartárico, metilparabeno, água purificada.

Apresentação

Xarope infantil: Frasco com 120 ml. Xarope adulto: Frasco com 120 ml. Gotas: Frasco com 50 ml.

Indicações

BISOLVON® é indicado como terapêutica secretolítica e expectorante nas afecções broncopulmonares agudas e crônicas, associadas à secreção mucosa anormal e a transtornos do transporte mucoso.

Contra indicações

O produto é contra-indicado aos pacientes com hipersensibilidade à bromexina ou aos outros componentes da fórmula.

Posologia

Xarope infantil: Crianças de 6 a 12 anos: 1/2 copo-medida (5 ml), 3 vezes ao dia. Crianças de 2 a 6 anos: 1/4 copo-medida (2,5 ml), 3 vezes ao dia. Adultos e crianças maiores de 12 anos: 1 copo-medida (10 ml), 3 vezes ao dia. Xarope adulto: Adultos e crianças maiores de 12 anos: 1/2 copo-medida (5 ml), 3 vezes ao dia. Gotas (1 ml = 15 gotas): Para uso oral: Adultos e crianças maiores de 12 anos: 4 ml (60 gotas), 3 vezes ao dia. Crianças de 6 a 12 anos: 2 ml (30 gotas), 3 vezes ao dia. Crianças de 2 a 6 anos: 20 gotas, 3 vezes ao dia. Para inalação: Adultos: 4 ml (60 gotas), 2 vezes ao dia. Crianças acima de 12 anos: 2 ml (30 gotas), 2 vezes ao dia. Crianças de 6 a 12 anos: 1 ml (15 gotas), 2 vezes ao dia. Crianças de 2 a 6 anos: 10 gotas, 2 vezes ao dia. É aconselhável aquecer a solução inalante à temperatura corporal antes de iniciar a inalação. Aos pacientes com asma brônquica, recomenda-se iniciar a inalação após a administração da medicação broncoespasmolítica habitual. As gotas podem ser diluídas com uma solução salina fisiológica, numa proporção de 1:1. Para evitar precipitação, a solução deve ser inalada imediatamente após a mistura. A inalação associada ao uso oral do produto intensifica o efeito e é particularmente útil para os casos em que se deseja obter um efeito rápido. O frasco de BISOLVON® Gotas vem acompanhado de um moderno tipo de gotejador, de fácil manuseio: basta colocar o frasco em posição vertical e deixar gotejar a quantidade desejada.

Reações adversas

BISOLVON® é geralmente bem tolerado. Observaram-se diarréia, náusea, vômito e outras manifestações gastrintestinais leves. Relataram-se também reações alérgicas, incluindo erupções cutâneas, urticária, broncoespasmo, angioedema e anafilaxia. Observação: Convém lembrar aos pacientes que durante o tratamento é esperado um aumento da expectoração.

Interações medicamentosas

Até o momento, nem estudos pré-clínicos disponíveis nem a experiência clínica evidenciaram efeitos prejudiciais durante a gravidez. Mesmo assim, devem ser observadas as precauções habituais a respeito do uso de fármacos durante a gravidez, sobretudo durante o primeiro trimestre. BISOLVON® é eliminado pelo leite materno e, portanto, seu uso deve ser evitado durante a lactação.
© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa