Publicidade

Publicidade

Publicidade

LISADOR

Laboratório

Lab. Americano de Farmacoterapia S.A.

Principio ativo

DIPIRONA

Classe

Analgésicos e antitérmicos

Composição

Comprimidos: Cada comprimido contém 500 mg de dipirona sódica, 5 mg de prometazina e 10 mg de adifenina, cloridratos. Excipientes: Estearato de magnésio, dióxido de silício, talco, amido de milho, açúcar refinado. Gotas (nova embalagem em frasco plástico): Cada 1,5 ml contém 500 mg de dipirona sódica, 5 mg de prometazina e 10 mg de adifenina, cloridratos. Excipientes: Propilenoglicol, edetato dissódico, sorbitol, ciclamato de sódio, sacarina, metilparabeno, propilparabeno, essência, corante amarelo mistura, água purificada. Injetável: Cada ampola contém 750 mg de dipirona sódica, 25 mg de prometazina e 25 mg de adifenina, cloridratos. Excipientes: Propilenoglicol, água para injeção.

Apresentação

LISADOR (dipirona sódica, prometazina e adifenina, cloridratos) comprimidos: Embalagens com 16 e 200 comprimidos. LISADOR (dipirona sódica, prometazina e adifenina, cloridratos) gotas (nova embalagem em frasco plástico): Frasco com 20 ml. LISADOR (dipirona sódica, prometazina e adifenina, cloridratos) injetável: Embalagens com 3 e 100 ampolas de 2 ml.

Indicações

Manifestações dolorosas em geral; como antitérmico; nas dores espásticas em geral, como cólicas do trato gastrointestinal, cólicas renais e hepáticas; cefaléia; nevralgias, mialgias, artralgias, dores pós-operatórias.

Contra indicações

Hipersensibilidade a qualquer um dos componentes da formulação. Lesões renais ou hepáticas graves, discrasias sangüíneas. Púrpura trombocitopênica.

Posologia

Injetável: Dose média: 1/2 a 1 ampola por via intramuscular, a intervalos mínimos de 6 horas. Doses maiores ou mais próximas devem ser cuidadosamente controladas pelo médico. Comprimidos: Dose média: 1 a 2 comprimidos, a intervalos mínimos de 6 horas. Doses maiores, a critério médico. Gotas: Dose média para adultos: 30 a 60 gotas, a intervalos mínimos de 6 horas. Doses maiores, a critério médico. Dose média para crianças: De 3 meses a 2 anos: 4 a 8 gotas, a intervalos mínimos de 6 horas. Acima de 2 anos: 8 a 16 gotas, a intervalos mínimos de 6 horas. Doses maiores, a critério médico.

Reações adversas

Pacientes sensíveis podem ter reações de hipersensibilidade, em geral devido à dipirona. A forma mais grave, embora bastante rara, é a agranulocitose ou granulocitopenia. Assim, se surgirem lesões das mucosas, principalmente da cavidade oral, o médico deve ser imediatamente notificado e o medicamento suspenso. Pacientes com antecedentes de sensibilidade a outras drogas podem ter risco maior de reação alérgica à dipirona. Outras reações adversas que podem ocorrer são sonolência, cansaço e efeito sedativo, devido à prometazina. Ela pode ser responsável por outras reações adversas, devido aos anti-histamínicos em geral. A adifenina pode causar reações do tipo antimuscarínico, que incluem boca seca e redução das secreções de modo geral, bem como efeitos oculares, que incluem fotofobia e dificuldade de acomodação visual.

Interações medicamentosas

Nos tratamentos prolongados, deve ser administrado com cuidado, avaliando-se periodicamente a crase sangüínea. Nos casos de amigdalite e outras afecções da orofaringe o paciente deve ser cuidadosamente controlado, pois a dipirona, embora raramente, pode causar granulocitopenia ou agranulocitose com angina agranulocítica, que é um quadro grave, requerendo imediata suspensão do tratamento e medidas adequadas. Não se recomenda o uso deste medicamento em crianças abaixo de 3 meses ou com menos de 5 kg.
© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa