Publicidade

Publicidade

Publicidade

VECTARION 50 MG

Laboratório

Laboratórios Servier do Brasil Ltda.

Principio ativo

ALMITRINA, BISMESILATO

Classe

Broncodilatadores e antiasmáticos

Composição

Cada comprimido contém: Bismesilato de almitrina 50 mg.

Apresentação

Caixa com 30 comprimidos revestidos.

Indicações

Insuficiência respiratória com hipoxemia ligada a bronquite crônica obstrutiva.

Contra indicações

Em caso de doença hepática grave, no estado atual dos conhecimentos, este medicamento está em princípio contra-indicado. Em caso de necessidade absoluta do tratamento, deverá ser efetuada uma vigilância clínica e biológica particular. Gravidez e amamentação. VECTARION não tem indicação no tratamento dos estados asmáticos e não deve ser usado nesses casos, pois pode agravar o broncospasmo.

Posologia

Via oral: A posologia é de 50 a 100 mg (1 a 2 comprimidos) por dia em duas tomadas durante as principais refeições. Após um tratamento inicial de três meses, na posologia recomendada, preconiza-se um tratamento de manutenção seqüencial: um mês de suspensão do tratamento por cada dois meses de tratamento. Pode ser necessário adaptar a posologia segundo o peso do doente, a gravidade dos distúrbios gasométricos e eventuais reações adversas. Segundo o peso do doente: Nos pacientes com um peso inferior a 50 kg, recomenda-se a prescrição de um único comprimido ao dia. Segundo a gravidade dos distúrbios gasométricos: Excepcionalmente a posologia pode ser aumentada para 3 ou mesmo 4 comprimidos ao dia, por períodos curtos e sob vigilância especializada. Justifica-se a opinião de um especialista para qualquer posologia superior a 2 comprimidos ao dia. A ausência de eliminação renal de VECTARION permite não modificar a posologia no insuficiente renal. A administração de VECTARION é compatível com uma oxigenoterapia associada.

Reações adversas

Foram assinalados raros efeitos secundários: emagrecimento, neuropatias periféricas com sensações anormais ao nível dos membros inferiores a parestesias (picadas, formigamentos, adormecimentos...). Estes efeitos foram constatados no decurso de tratamentos a longo prazo de um ano ou mais; náuseas, queimaduras e sensação de peso epigástrico, dispepsias, distúrbios de trânsito, distúrbios do sono do tipo insônia, sonolência, agitação, ansiedade, palpitações, vertigens; percepção consciente dos movimentos respiratórios.

Interações medicamentosas

Não associar com outras preparações contendo almitrina. Não ultrapassar a posologia preconizada. Em casos de parestesias persistentes dos membros inferiores ou de perda de peso superior a 5%, recomenda-se suspender o tratamento.
© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa