Publicidade

Publicidade

Publicidade

TRIVASTAL RETARD

Laboratório

Laboratórios Servier do Brasil Ltda.

Principio ativo

PIRIBEDIL

Classe

Composição

TRIVASTAL RETARD: Cada drágea contém 50 mg de piribedil.

Apresentação

TRIVASTAL RETARD: Caixas com 15 e 30 drágeas com 50 mg de piribedil.

Indicações

Neurologia: Distúrbios psicocomportamentais da cerebrosclerose progressiva: distúrbios da memória, deterioração intelectual, diminuição da capacidade de concentração, tremor senil, tendência à depressão, alterações do sono. Acidentes vasculares cerebrais e seqüelas. Tremores da doença de Parkinson. Proteção do SNC de pacientes hipertensos e ateroscleróticos. Oftalmologia: Degenerescência macular: retinopatia diabética, acidentes isquêmicos retinianos. Otorrinolaringologia: Vertigens; zumbidos; distúrbios cocleovestibulares de origem vascular; traumatismo sonoro agudo. Angiologia: Claudicação intermitente; arteriopatias (diabéticas, ateroscleróticas), distúrbios vasomotores (cãibras, acroparestesias).

Contra indicações

Colapso cardiovascular. Infarto do miocárdio na fase aguda.

Posologia

Parkinson: Em monoterapia: 3 a 5 drágeas. Em associação: 1 drágea de TRIVASTAL RETARD para cada 250 mg de levodopa. TRIVASTAL RETARD: 1 drágea ao dia, após a refeição principal. Nos casos graves: 2 drágeas ao dia, em duas tomadas. No tremor extrapiramidal: 2 a 4 drágeas ao dia, em dosagem progressiva.

Reações adversas

São raras (4%): perturbações digestivas ocasionais como dispepsia, náuseas, flatulência.

Interações medicamentosas

TRIVASTAL RETARD não tem ação hipotensora a longo prazo e não pode substituir ou evitar o tratamento da hipertensão arterial. Não administrar com os IMAOs.
© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa