Publicidade

Publicidade

Publicidade

TRIATIV

Laboratório

Ativus Farmacêutica Ltda.

Principio ativo

HYPERICUM PERFORATUM

Classe

Antidepressivos e analépticos

Composição

Comprimidos revestidos de 300 mg: Cada comprimido revestido contém 300 mg de extrato seco de Hypericum perforatum L. a 0,3% de hipericina (equivalente a 0,9 mg de hipericina). Comprimidos revestidos de 450 mg: Cada comprimido revestido contém 450 mg de extrato seco de Hypericum perforatum L. a 0,3% de hipericina (equivalente a 1,35 mg de hipericina).

Apresentação

Caixas com 30 comprimidos revestidos de 300 e 450 mg.

Indicações

Depressões leves e moderadas, estados de agitação, distúrbios do sono.

Contra indicações

TRIATIV (extrato seco de Hypericum perforatum L.) está contra-indicado em casos de hipersensibilidade a quaisquer componentes do produto. Não existem dados disponíveis a respeito da gravidez e lactação; porém, sabe-se que o extrato de Hypericum perforatum L. poderá inibir a secreção de prolactina, logo, seu uso nestas situações está contra-indicado. Em animais foi observado aumento da fotossensibilidade. Estudos em cultura de queratinócitos demonstraram que as doses terapêuticas de Hypericum perforatum L. são aproximadamente 30 a 50 vezes abaixo do nível de fototoxicidade.

Posologia

Dose recomendada para adultos: Comprimido revestido de 300 mg: 1 a 3 comprimidos ao dia ou a critério médico. Comprimido revestido de 450 mg: 1 a 2 comprimidos ao dia ou a critério médico.

Reações adversas

TRIATIV (extrato seco de Hypericum perforatum L.) é bem tolerado em relação aos antidepressivos tricíclicos e aqueles que impedem a recaptação da serotonina. Raramente, pacientes mais sensíveis podem apresentar irritações gastrintestinais, reações alérgicas, agitação e aumento da sensibilidade à luz. Durante a utilização de TRIATIV (extrato seco de Hypericum perforatum L.) é recomendável evitar exposição prolongada ao sol, porque a hipericina pode provocar reação de fotossensibilidade, principalmente em pacientes com pele sensível, quando expostos à intensa radiação UV. Em animais foi observado aumento da fotossensibilidade. Estudos em cultura de queratinócitos demonstraram que as doses terapêuticas de Hypericum perforatum L. são aproximadamente 30 a 50 vezes abaixo do nível de fototoxicidade.

Interações medicamentosas

Pacientes com quadros de depressão endógena grave, que apresentem idéias suicidas associadas a sintomas depressivos ou psicóticos, devem ser criteriosamente avaliados antes do início do tratamento com TRIATIV (extrato seco de Hypericum perforatum L.).
© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa