Publicidade

Publicidade

Publicidade

TEBONIN

Laboratório

Altana Pharma Ltda.

Principio ativo

GINKGO BILOBA

Classe

Composição

Cada comprimido 40 mg contém: Extrato seco EGb 761 de folhas de Ginkgo biloba (50:1) 40 mg (equivalente a 9,6 mg de glicosídeos ginkgoflavonóides [marcador] e 2,4 mg de terpenolactonas [ginkgolídeos e bilobalídeos]); Excipiente q.s.p. 1 comprimido. Cada comprimido 80 mg contém: Extrato seco EGb 761 de folhas de Ginkgo biloba (50:1) 80 mg (equivalente a 19,2 mg de glicosídeos ginkgoflavonóides [marcador] e 4,8 mg de terpenolactonas [ginkgolídeos e bilobalídeos]); Excipiente q.s.p. 1 comprimido. Excipientes dos comprimidos de 40 e 80 mg: Dióxido de silício, lactose, polietilenoglicol, estearato de magnésio, amido de milho, celulose microcristalina, talco, dióxido de titânio, copolímero do ácido metacrílico e óxido de ferro amarelo. Cada comprimido 120 mg contém: Extrato seco EGb 761 de folhas de Ginkgo biloba (50:1) 120 mg (equivalente a 28,8 mg de glicosídeos ginkgoflavonóides [marcador] e 7,2 mg de terpenolactonas [ginkgolídeos e bilobalídeos]); Excipiente q.s.p. 1 comprimido. Excipientes: Lactose, amido de milho, croscarmelose sódica, celulose microcristalina, estearato de magnésio, dióxido de silício, dióxido de titânio, talco, copolímero do ácido metacrílico, óxido de ferro amarelo, polietilenoglicol. Cada ml (20 gotas) da solução contém: Extrato EGb 761de Ginkgo biloba (50:1) 40 mg (equivalente a 9,6 mg de glicosídeos ginkgoflavonóides [marcador] e 2,4 mg de terpenolactonas [ginkgolídeos e bilobalídeos]); Veículo q.s.p. 1 ml. Veículos: Sacarina sódica, glicerina, propilenoglicol e água deionizada.

Apresentação

Comprimidos revestidos 40 mg: Embalagem com 30 unidades. Comprimidos revestidos 80 mg: Embalagem com 20 unidades. Comprimidos revestidos 120 mg: Embalagem com 20 unidades. Solução oral 40 mg (gotas): Frasco com 60 ml.

Indicações

Vertigem e zumbidos resultantes de distúrbios circulatórios ou fenômenos relacionados ao envelhecimento (vertigem, zumbidos de origem vascular e involutiva). Nas claudicações intermitentes, com o objetivo de aumentar a distância percorrida sem dor em doenças arteriais oclusivas periféricas (estágio II de Fontaine); o tratamento deve ser associado a medidas fisioterapêuticas, particularmente caminhadas. Tratamento sintomático dos distúrbios do desempenho cerebral, causados pela insuficiência cerebral orgânica, dentro do contexto geral de tratamento das síndromes demenciais (inclusive decréscimo da capacidade mental), que têm como principais manifestações: déficit de memória, déficit de concentração, humor depressivo, vertigens, zumbidos e cefaléia. O principal grupo de pacientes inclui aqueles com demência degenerativa primária, demência vascular ou formas mistas de ambas (distúrbios do desempenho cerebral, inclusive decréscimo da capacidade mental causado por fenômenos regressivos, distúrbios circulatórios cerebrais, bem como formas mistas de ambos).

Contra indicações

Hipersensibilidade aos componentes da fórmula. Como não existem avaliações suficientes de seu uso em crianças, TEBONIN não deve ser utilizado em crianças abaixo de 12 anos de idade. Visto que os extratos de Ginkgo biloba ainda não foram suficientemente investigados nos casos de humor depressivo e cefaléia, não relacionados com síndromes demenciais, TEBONIN somente deve ser administrado para o tratamento destes sintomas quando forem tomadas todas as precauções necessárias.

Posologia

A posologia e a duração do tratamento dependem da intensidade dos sintomas. Salvo critério médico, recomenda-se, em média: TEBONIN 40 mg: 1 comprimido, 3 vezes ao dia; TEBONIN 80 mg: 1 comprimido, 2 a 3 vezes ao dia; TEBONIN 120 mg: 1 comprimido, 2 vezes ao dia; TEBONIN Gotas: 20 gotas (1 ml), 3 vezes ao dia ou 40 gotas (2 ml), 2 vezes ao dia. Observa-se que no tratamento sintomático dos distúrbios do desempenho cerebral, causados pela insuficiência cerebral orgânica, a duração do tratamento deve ser pelo menos de 8 semanas. Após um período de tratamento de 3 meses, deverá ser verificada a necessidade de se manter a terapêutica. Em doenças arteriais oclusivas periféricas, a melhora na distância a ser percorrida sem dor é, em geral, obtida com tratamento mínimo de 6 semanas. Em casos de tonturas e zumbidos de origem vascular, em geral, um tratamento de 6 a 8 semanas é suficiente para a obtenção dos resultados desejados. Após 3 meses de tratamento, deve-se avaliar a sua continuação.

Reações adversas

Raramente podem ocorrer distúrbios gastrointestinais, cefaléia e, especialmente nos casos de predisposição alérgica, podem acontecer reações alérgicas cutâneas (hiperemia, edema, prurido) ou transtornos circulatórios (queda de pressão arterial, lipotímia, cefaléia). Em casos isolados foi observado sangramento após o tratamento de longa duração com o extrato EGb 761 de Ginkgo biloba, contudo, durante os estudos clínicos específicos realizados com a administração diária de 240 mg do extrato EGb 761 de Ginkgo biloba, não foram observadas alterações nos parâmetros de coagulação (incluindo teste de tromboplastina parcial, teste de protrombina — teste Quick — e tempo de sangramento). Está descrito na literatura um caso isolado de hematoma subdural, supostamente relacionado com a ingestão diária de 120 mg do extrato de Ginkgo biloba, por um período superior a 2 anos.

Interações medicamentosas

© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa